Doria enlouquece com possibilidade de CPI investigar governadores e prefeitos

Sem titulo 2

Recentemente, durante uma entrevista concedida ao jornal Estadão, João Doria, governador pelo estado de São Paulo, demonstrou insatisfação quanto a possibilidade de que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid -19 investigue estados e municípios e consequentemente, governadores e prefeitos.

Durante a coletiva, o parlamentar disparou críticas a suposta possibilidade e atribuiu a culpa ao governo do atual presidente, Jair Bolsonaro.

Doria afirmou que o fato se referia a mais uma das farsas do governo Bolsonaro, em seguida acusou o presidente de não ter coragem para assumir suas responsabilidades e ainda disse que Bolsonaro quer transferir seus graves erros e equívocos para os governantes de estados e municípios do país.

É importante lembrar que em meados de 2020, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou que fosse iniciada uma investigação por parte do governo do estado da grande São Paulo, por compra sem licitação de 3 mil aparelhos respiratórios vindos da China, no valor de 550 milhões de reais para enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Na ocasião, a denúncia foi feita pelo, já falecido, Major Olímpio, que justificou afirmando que o preço estava bem acima do que constava no mercado. Posteriormente, o conselheiro Edgard Camargo e presidente do TCE, autorizou a investigação do caso.

Logo o número de respiradores foi alterado para apenas 1.280 unidades, após a empresa da China não realizar a devida entrega. Pouco tempo depois, o acordo foi cancelado pelo governo estadual de São Paulo, com o argumento de que fora recebido somente 30% do equipamento solicitado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.