Doméstica morre dias após ser esfaqueada pelo ex-companheiro no meio da rua; vídeo mostrou ataque.

Alana Mata Ferreira, 40, estava internada em uma UTI desde o último dia 1º, mas não resistiu

A empregada doméstica Alana Mata Ferreira, de 40 anos, morreu dias após ser esfaqueada pelo ex-companheiro, em Goiânia, Goiás. Um vídeo de câmera de segurança registrou o momento em que ela foi agredida e ferida pelo homem, que fugiu e ainda não foi preso (assista abaixo).

Alana foi atacada no último dia 1º, no Jardim Vitória II. Segundo o boletim de ocorrência, ela começou a ser agredida pelo ex-companheiro ainda dentro de casa, quando saiu correndo pelas ruas para pedir ajuda. Porém, o homem a perseguiu e a esfaqueou na região das costelas.

A doméstica foi socorrida e levada ao Hospital Estadual de Urgências de Goiás (Hugo), onde passou por cirurgias. Conforme a unidade, as facadas atingiram alguns órgãos internos e ela seguia em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu no domingo (7).

Filho da vítima contou ao site G1 que a mãe e o suspeito mantiveram um relacionamento por seis anos, mas estavam separados há cerca de quatro meses. O homem, no entanto, não aceitava o rompimento. “Ele já mostrava que era muito agressivo, batia nela”, lamentou o rapaz.

O caso segue em investigação pela Polícia Civil, mas, até o início da tarde desta segunda-feira (8), o autor do crime ainda não tinha sido localizado.

Fonte :