Ditador das Filipinas ameaça prender pessoas não vacinadas

AP21327040665906

O ditador das Filipinas, Rodrigo Duterte, autorizou nesta quinta-feira, 6, a prisão de pessoas não vacinadas que saírem de suas casas. Em discurso transmitido em rede nacional, o político pediu que líderes comunitários procurassem os cidadãos não imunizados e se certificassem de que eles ficariam confinados em suas residências.

“Se essas pessoas saírem de casa e circularem pela comunidade, poderão ser contidas”, disse Duterte. “Caso resistam à abordagem, poderão ser presas.”

De acordo com o Ministério da Saúde, as infecções diárias por coronavírus nas Filipinas atingiram o maior número desde 26 de setembro do ano passado, com 17,2 mil casos apenas nesta quinta-feira. Desde o início da crise sanitária, o país registrou cerca de 2,9 milhões de casos e 51,7 mil mortes.

No fim do ano passado, 49,8 milhões de pessoas haviam sido totalmente vacinadas nas Filipinas, o equivalente a 45% da população. De acordo com a legislação nacional, os cidadãos não vacinados na região de Manila, a capital do país, só podem sair de suas casas para viagens essenciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.