Diretor se recusa a alimentar crianças que têm 'dívida maior que 1 centavo'

Sem titulo 359

Os alunos de uma escola na cidade de Penygroes, no País de Gales, estão enfrentando uma situação inusitida e polêmica. Estudantes que tiverem dívidas de alimentação maior que 1 centavo na escola ficarão sem comida na hora do almoço. O aviso foi feito em uma carta aos pais enviada pelo diretor da escola, Neil Foden, como parte de uma abordagem recomendada pelo conselho local.

O aviso diz que a cozinheira da escola havia é instruída a não dar comida a nenhum aluno ‘se sua dívida não tiver sido paga, ou, no futuro, a crianças cujas contas não tenham dinheiro suficiente para pagar o almoço’.

O aviso ainda alerta para que os pais ou responsáveis pelos filhos possam regularizar a situação financeira para que eles possam continuar recebendo a comida na hora do almoço.

Objetivo da medida

A carta, que gerou irritação entre os responsáveis, afirma que a escola tinha dívidas de cerca de 1.800 libras (aproximadamente R$ 13,200) no final do ano passado por conta das contas não pagas pelos alunos e essa foi a razão por trás das medidas adotadas.

O diretor destacou que os pais cujas contas estavam endividadas recebiam mensagens de texto semanalmente, mas, na maioria dos casos, não houve resposta e algumas dívidas até aumentaram.

O responsável pela medida afirmou: “Todas as dívidas acima de 10 libras (R$ 73) serão transferidas para a autoridade e os pais serão faturados pelo conselho”, afirmou Neil Foden. “Todas as dívidas acima de 0,01 libra receberão uma mensagem da escola para liquidar as dívidas e creditar o sistema na sexta-feira, 19 de novembro”, completou.

A atitude gerou revolta em alguns país. Um deles, Darren Owen, disse: ‘Absolutamente chocante, se houver uma dívida com a criança, o cozinheiro foi instruído a não permitir que essa criança coma naquele dia”.

“O que diabos está errado com o sistema, a criança pode não saber que mamãe e papai estão lutando para pagar”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.