Diretor de Narcos deixa série sobre Ayrton Senna e projeto é adiado

Sem tituglo

A atração está sendo produzida pela Netflix

Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, com a saída do diretor escalado, a produção da série, que estava marcada para 2022, precisou ser adiada por tempo indeterminado.

Este não foi o primeiro adiamento dos trabalhos. Inicialmente, o início dos trabalhos estava marcado para o final deste ano. Contudo, com as dificuldades impostas pela pandemia de coronavírus, o cronograma foi repensado e a Netflix deixou a produção para 2022.

O ator Chay Suede segue cotado para viver o piloto brasileiro de Fórmula 1. O artista chegou a negociar a renovação de seu contrato com a Globo, mas as partes não chegaram a um acordo em razão do fato de o ator estar disposto a viver o piloto. O projeto contará também com o ator Augusto Madeira, que vai dar vida a um empresário e amigo de Senna. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.