Deyverson chora ao falar do Palmeiras e das Filhas e compreende cobrança da Torcida: Luiz Adriano é melhor do que eu

inbound8915120164657730737

comer”

Em entrevista divulgada pelo Jogo Aberto, programa da Band, Deyverson falou sobre a volta ao Palmeiras, elogios de Abel Ferreira e de um apelido que recebeu de outro atleta que está voltando, o Dudu.

PUBLICIDADE

O jogador ainda abriu o jogo sobre a comparação com outro jogador do elenco do Palmeiras: “Muitas pessoas falam ‘Pô, o Adriano tem mais qualidade que o Deryverson’ e elas estão totalmente com razão, dou razão a essas pessoas. Se você me cobrar habilidade, essas coisas, vai ficar na cobrança, porque eu não sou jogador habilidoso, são jogador de vontade, de técnica eu posso aperfeiçoar, treinar, mas vontade nunca vai faltar”.

Assim que fez os primeiros jogos na volta pelo Alviverde, Deyverson já recebeu elogios do técnico Abel Ferreira: “O Deyverson tem uma coisa que pra mim é obrigatória em um jogador, é dar tudo dentro de campo, é correr, é lutar, é sofrer”, completou o treinador.

Além disso, Deyverson se considera mais maduro no retorno ao clube e enaltece a volta: “Gratidão por tudo o que o Palmeiras fez por mim, as pessoas as vezes não entende, muitas pessoas me julgaram na internet, ‘ah, você é pá de internet’, isso e aquilo, as pessoas tem que entender que se eu não trabalhar, o que as minhas filhas vão comer? Se eu não jogar, o que vai ser das minhas filhas?”, disse emocionado.

“As pessoas achavam que, entre aspas, ‘a volta do Deyverson não iria dar certo’, né, porque quando o cara sai e volta não é a mesma coisa, mas as coisas vem dando certo, graças a Deus”, finalizou o jogador sobre o retorno ao Palmeiras.

Raspada

Em 2018, Dudu apelidou o Deyverson de ‘Raspada’, pela forma com que o jogador cabeceia a bola: “Assim que eu cheguei no Palmeiras falei ‘Cara, eu vou jogar com o Dudu’ e hoje em dia ter a amizade dele, o carinho dele, é muito bom”

Deyverson pelo Palmeiras na temporada

Desde que chegou no Palmeiras em 2017, Deryverson foi emprestado para o Levante, Getafe e Alavés, todos clubes da Espanha. Em sete jogos disputados desde que voltou, o atleta balançou as redes duas vezes pelo Alviverde. O contrato com o atacante vai até junho de 2022. Com a camisa do Verdão, ele foi campeão do Campeonato Brasileiro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.