Desumano: Estupradores riam enquanto violentavam idosa em hospital

Screenshot 2021 08 06 17 12 47 897 com.android.chrome 1024x473 1

Brasil – A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo instaurou um inquérito para apurar o estupro de uma idosa de 67 anos dentro das dependências do Pronto Socorro José Agostinho dos Santos, em Barueri. O abuso teria ocorrido durante uma internação da vítima após sofrer um AVC.

Maria Aparecida Nunes revelou o estupro que sofreu para a família. De acordo com o relato da vítima, dois enfermeiros a abordaram, falando que era necessário realizar um exame de urina. Eles a deixaram nua e deram início a violência sᕮxual. Segundo Aparecida, os abusadores riam e a ameaçavam a todo momento. Debilitada, ela não conseguiu pedir ajuda.

O caso só veio a tona porque a idosa está com pneumonia, infecção urinária e rompimentos internos. Problemas descobertos somente quando a filha a levou em outro hospital para realizar exames.

Apesar de ter relatado os abusos sofridos pela mãe para a ouvidoria do centro médico, Débora Nunes afirma ter sido ignorada. A família entrou com um processo, já que, segundo a advogada da idosa, ela tem sinais claros de abuso.

O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de Barueri como estupro de vulnerável.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.