Deputado questiona Sérgio Reis sobre prótese peniana com dinheiro público

IMG 20210817 112839

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) questionou o ex-deputado e cantor Sérgio Reis quanto à substituição de uma prótese peniana feita com R$ 55 mil em dinheiro público, nas redes sociais, nessa segunda-feira (16/8). No Twitter, o político afirmou ter recebido a informação e que precisa do pronunciamento do sertanejo para confirmá-la ou não.

“Deputado Sérgio Reis: tenho uma informação e preciso da sua ajuda para apurar a veracidade ou se é fake. Um deputado pediu ressarcimento para a Câmara de despesa (de) 55 mil reais para substituição de prótese peniana. Parece que ele recebeu! Dinheiro público. Toca o berrante e vamos descobrir”, escreveu Pimenta.

Um dos tweets do deputado

IMG 20210817 113115

No domingo (15/8), ele também criticou o artista por ser “um grande 171”’. “Melhor seria ser lembrado como cantor do menino da porteira. Você sabia que este patético golpista era deputado?”, escreveu ele.

Entenda

O cantor e ex-deputado federal pelo PRB-SP Sérgio Reis está mobilizado na defesa do governo Bolsonaro e teve um vídeo divulgado nas redes sociais convocando caminhoneiros para um cerco a Brasília no feriado da Independência. Em áudio que circula desde o fim de semana, o tom é mais ameaçador: “Vou dizer ao presidente do Senado que eles têm 72 horas para aprovar o voto impresso e tirar todos os ministros do STF. Isso não é um pedido, é uma ordem”, diz o cantor.

O artista disse no áudio que essa manifestação seria para que o Senado aprove o voto impresso e afaste os ministros do STF. “Não é um pedido, é uma ordem. Assim que eu vou falar com o presidente do Senado”, afirmou.

Por causa desse áudio, o Metrópoles apurou que foi aberto um inquérito no Departamento de Combate à Corrupção (Decor).

A previsão é de que o cantor seja intimado a depor nos próximos dias, antes do início de setembro, quando ele estaria promovendo a mobilização com caminhoneiros e empresários do setor da soja – ainda segundo o áudio que circula pesadamente nas redes sociais bolsonaristas. Reis será investigado por suposta associação criminosa voltada à prática dos crimes previstos nos artigos 129 (ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem), 147 (ameaçar alguém, por palavra, escrita ou gesto), 163 (dano ao patrimônio) e 262 (expor a perigo meio de transporte público, impedir-lhe ou dificultar-lhe o funcionamento) do Código Penal.

A esposa do cantor, Ângela Bavini, disse em entrevista à colunista Mônica Bérgamo, da Folha de S.Paulo, que o cantor “está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Está magoado demais”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.