Deputado denuncia suposta irregularidade na compra da Covaxin

654

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) denunciou uma suposta irregularidade na compra das vacinas Covaxin. A informação foi divulgada em entrevista à CNN Brasil nessa quarta-feira (23). Após a declaração à CNN, os senadores de oposição aprovaram a convocação do parlamentar para depor na CPI da Covid.

De acordo com Luís Miranda, o governo federal teria fechado um contrato superfaturado com a Precisa Medicamentos. A empresa fez a intermediação do processo de aquisição do imunizante.

A denúncia veio depois da demissão de Luís Ricardo Fernandes Miranda do cargo de chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde. Luís Ricardo é irmão do deputado Luis Miranda.

Luis Miranda possui um histórico bastante conturbado. O parlamentar, por decisão da Justiça do Distrito Federal, já foi réu por estelionato em 2019; foi denunciado por aplicar possíveis golpes para lesar investidores nos Estados Unidos e, ainda, após viagem à China, custeada pela própria embaixada chinesa para “conhecer o país”, voltou tecendo elogios à Huawei.

“Esse é o Luis Miranda, o autor da denúncia, que curiosamente só resolveu fazer a denúncia depois que o irmão dele foi demitido do posto”, ressaltou o analista político Italo Lorenzon durante o Boletim da Noite de quarta-feira (23).

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.