“De bruços e com arranhões no caixão”: Escândalo explode com global enterrado vivo e família escondendo

globo

O ator Sérgio Cardoso, da Globo, supostamente teria enterrado vivo e encontrado de bruços e com arranhões no caixão durante a exumação

Uma história macabra envolve uma personalidade que fez muito sucesso na teledramaturgia da Globo, no fim dos anos 1960. Sérgio Cardoso, ator que participou de novelas de sucesso da época na platinada, morreu vítima de um mal súbito e acabou se tornando alvo de rumores para lá de assustadores entre a população da época.

O ator virou notícia na época em que morreu e uma condição chamada catalepsia acabou se espalhando entre o público. O problema de saúde faz com que a pessoa afetada tenha uma rigidez muscular extrema, ao ponto de não se notar que está respirando, por isso pode confundir com a morte.

COMOÇÃO NACIONAL

Sérgio Cardoso estava presente na novela “O Primeiro Amor”, por isso a comoção nacional foi intensa. Os boatos de que a família teria pedido a exumação do corpo e encontrado o artista de bruços e caixão todo arranhado também ganhou força na época.

DE ONDE VEIO O BOATO

A atriz Nydia Licia, que também já morreu, deu uma entrevista ao “Fantástico” em 1979 dizendo que o ator nunca teve catalepsia e que a história não passava de um rumor.

“Uma pessoa que ninguém conhece procurou um jornal de Manaus, dizendo que Sérgio havia sido enterrado vivo e que a família teria pedido exumação do cadáver. Imediatamente, a notícia correu o Brasil inteiro”, explicou a artista, deixando claro de onde veio a fake news, termo que na época ainda nem sonhava em ter esse nome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.