Curativo de abacaxi

Pesquisa brasileira tem chamado a atenção para qualidades ainda não experimentadas do abacaxi. Além de ser uma fruta de grande apreciação nacional, agora, suas propriedades poderão ser encontradas na fabricação de curativos.

A bromelina, uma proteína do abacaxi, é rica em efeitos anti-inflamatórios capazes de potencializar a cicatrização de ferimentos, queimaduras e até feridas ulcerativas. A substância tem sido utilizada na fabricação de curativo em forma de emplastro ou gel. “Uma pele não íntegra tem como maior problema a contaminação. 

O paciente fica suscetível a ter uma infecção, seja em casos de queimaduras, ferimentos ou feridas ulcerativas. A bromelina cria essa barreira tão importante”, diz a professora Ângela Jozala, da Universidade de Sorocaba, responsável por desenvolver o curativo em parceria com colegas da Universidade de Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.