Corpo largado na rua, suspeito preso: o que se sabe sobre o caso de menina de 12 anos encontrada morta em calçada.

Caso aconteceu no bairro Bela Vitória, na Região Nordeste da cidade. O corpo de Ana Luiza Gomes, de 12, foi enterrado nesta quarta-feira (17) no Cemitério da Saudade.

Ana Luiza Gomes, de 12 anos, foi encontrada morta em frente a uma casa no bairro Bela Vitória, na Região Nordeste de Belo Horizonte, na tarde desta terça-feira (16).

Veja, abaixo, tudo o que se sabe sobre o caso:

O que aconteceu?
Quem é o suspeito do crime?
O que ele disse à polícia?
A vítima foi abusada?
Quais crimes a Polícia Civil investiga?

Câmeras de segurança registraram o momento em que a garota, de 12 anos, entrou em um imóvel acompanhada de um homem, nesta terça-feira (16), às 10h13.

Pouco mais de três horas depois, às 13h30, o suspeito, vestido com uma camisa diferente, deixou o local carregando a garota no colo, aparentemente desacordada, e a abandonou na calçada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas, quando chegou ao local, por volta de 13h50, a menina já estava morta.
O corpo dela foi enterrado nesta quarta-feira (17), no Cemitério da Saudade. O suspeito foi preso por policiais militares e autuado por homicídio.

Quem é o suspeito do crime?

O suspeito do crime é um homem de 25 anos. Segundo um parente da vítima, o homem é desconhecido da família. Ele foi preso em flagrante e está no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, desde a manhã desta quarta-feira (17).
O homem já havia sido preso em 2022 e em 2023. Além de tráfico de drogas e furto, ele já havia sido acusado de estupro de vulnerável.

O que ele disse à polícia?

Segundo a polícia, o suspeito negou o crime e relatou que a vítima passou mal e sentiu falta de ar após usar drogas.

Na casa, os investigadores chegaram a encontrar frascos de papelotes de substâncias que podem ser cocaína, além de um preservativo usado.

A vítima foi abusada?

Um familiar da adolescente, que pediu para não ser identificado, afirmou que ela sofreu abuso sᕮxual, e que um exame do Instituto Médico Legal (IML) apontou estupro seguido de morte.
Porém, a Polícia Civil (PCMG) não confirma esta informação. O caso está sendo investigado. De acordo com o código penal, relação sᕮxual com menores de 14 anos é considerado estupro de vulnerável.

Quais os crimes que a Polícia Civil investiga?

A Polícia Civil investiga se o suspeito de matar a menina também a estuprou. Um preservativo usado foi encontrado na casa dele, onde a menina esteve antes de ter sido encontrada morta. Ele será periciado. Segundo o delegado Leandro Alves Santos, não havia sinais de violência na vítima.

Fonte G1