Comerciante boliviano leva três tiros para proteger filho de assalto

Sem titulo 409

Um comerciante boliviano levou três tiros para proteger o filho de um assalto na região central de São Paulo. A vítima é dona do estabelecimento comercial de móveis que foi alvo dos bandidos. Ele reagiu ao crime após os criminosos ameaçarem o menino de 12 anos. 

Os assaltantes se passaram por clientes ao entrarem na loja, pedindo orçamentos de cama e colchão ao comerciante. Na sequência, eles anunciaram o assalto e prenderam um funcionário no banheiro da loja. Os criminosos subiram as escadas até o andar superior, onde fica a casa da família da vítima. 

O pai do garoto de 12 anos reagiu ao assalto iniciando uma luta corporal. Após ser atingido três vezes de raspão, no pé, entre os dedos e na cabeça, três dos criminosos fugiram em um carro prata, já o quarto envolvido foi detido pela população. 

Câmeras de segurança flagraram a chegada da polícia no local do crime. Com a identificação da placa do veículo dos assaltantes, os agentes conseguiram prender os criminosos através de um monitoramento via radar. Entre os bandidos detidos, haviam três homens e uma mulher. 

A polícia suspeita que a quadrilha atue na região, sobretudo em assaltos a estrangeiros. Uma outra comerciante que trabalha na loja ao lado do estabelecimento assaltado, afirmou que equipamentos foram levados por criminosos também em um carro prata.

VEJA A REPORTAGEM ABAIXO:

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.