dentro

Comando Vermelho ameaça massacre em colégio da PM e causa pânico entre pais e alunos

Os alunos e funcionários da Universidade Nilton Lins, Creche e Colégio Militar da Polícia Militar de Manaus no Amazonas, entraram em pânico após uma suposta mensagem da facção criminosa Comando Vermelho (CV) viralizar em grupos na internet nesta terça-feira (5).

“Boa noite, amanhã na Universidade Nilton Lins vai haver um massacre (CV), iremos pegar qualquer um que estiver no caminho. Só passando aqui para avisar. Durmam todos bem”, diz a mensagem. Veja a mensagem no final da matéria.

No grupos do WhatsApp, alunos e funcionários comentavam aflitos e alguns até disseram que não iriam para aula com medo de que a ameaça fosse real. Pais de alunos da creche e da escola foram até o local e retiraram os filhos com medo do suposto ataque criminoso.

Em nota, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) informou que tomou conhecimento de uma “fake news” sobre a suposta ameaça e que alguns pais foram até a escola da PMAM para retirar os filhos. A saía dos alunos foi autorizada pela direção da escola.

“Informamos que tais ameaças não prosperam, e que mesmo assim o Comando da Instituição determinou o reforço do policiamento em todas as unidades escola da PMAM com a finalidade de manter a tranquilidade da comunidade escolar.”

Leia a nota na íntegra

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) informa que, na manhã desta terça-feira (04/04), tomou conhecimento de uma notícia “fake news” que viralizou nas redes sociais sobre ameaças de uma suposta organização criminosa.

Diante dessa “fake news” alguns pais se deslocaram às unidades escola da PMAM para buscar seus filhos, o que foi prontamente autorizado pela direção das unidades.

Informamos que tais ameaças não prosperam, e que mesmo assim o Comando da Instituição determinou o reforço do policiamento em todas as unidades escola da PMAM com a finalidade de manter a tranquilidade da comunidade escolar.

Leia a nota da Secretaria de Segurança Pública

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informa que tomou conhecimento sobre a ameaça de uma ação delituosa, divulgada nas redes sociais, nas dependências do Colégio da Polícia Militar do Amazonas, em Flores.

De imediato, foram tomadas medidas de prevenção como o reforço policial ostensivo e investigação pela Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai).

As equipes policiais chegaram ao local, às 14h30, para levantar informações sobre o ocorrido e verificar o suposto ataque com arma de fogo ao local. A SSP-AM não registrou nenhum tipo de confusão durante a ida dos agentes à escola.

Reiteramos o compromisso da SSP-AM em zelar pela ordem pública e pela segurança dos cidadãos.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.