Com pênalti disperdiçado, Palmeiras é derrotado pelo Mirassol no Allianz Parque

inbound7455721315250490864

Preservando os seus titulares, o Palmeiras voltou a derrapar e perdeu para o Mirassol, por 2 a 1, na noite de hoje (25), no Allianz Parque. Com mais um pênalti desperdiçado por Gabriel Menino, o Verdão não conseguiu reagir com a garotada em campo e agora já começa a ligar o sinal de alerta para a classificação das quartas-de-final do Paulistão. Os gols da noite foram anotados por Fabrício Daniel e Diego Gonçalves, e Newton descontou para o Verdão.

Além de Weverton, o único titular que iniciou a partida foi o lateral-esquerdo Matías Viña. Por ter sido expulso na final da Recopa contra o Defensa y Justicia-ARG, o uruguaio foi punido com três jogos de suspensão – cumpriu apenas um – e, por esse motivo, foi escalado para jogar o Paulistão. Por causa da decisão arbitrária, o lateral também está fora nos duelos contra o Independiente del Valle, terça-feira (27), e Defensa y Justicia, no dia 4 de maio, pela Copa Libertadores.

O Palmeiras ainda faz as contas para se classificar para as quartas de final do Paulistão, pois ocupa a terceira posição do Grupo C com 12 pontos em oito rodadas disputadas. Já o Mirassol segue com boa campanha no torneio e na liderança do Grupo D com 14 pontos.

Durante a semana, o Verdão volta a campo para o duelo contra o Independiente del Valle, terça-feira (27), pela segunda rodada da Copa Libertadores, no Allianz Parque. Depois, na quinta-feira (29), encara a Inter de Limeira, novamente pelo Paulistão, em casa. Já o Mirassol pega a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, também quinta (29).

Rodízio se estende à comissão técnica

No duelo contra o Mirassol, o técnico Abel Ferreira ficou na área técnica comandando a equipe, mas não concederá entrevista coletiva aos jornalistas e será substituído pelo auxiliar João Martins. O rodízio que se estende, agora, à comissão técnica acontece uma após um incômodo do comandante português com os questionamentos sobre a utilização de três zagueiros – hoje ele iniciou com uma linha de quatro no 4-3-3.

Início animador

Apesar de ter as Crias da Academia em campo, o Palmeiras mostrou uma boa movimentação em campo – assim como o Mirassol. Nos minutos iniciais, Fabinho, Pedro Bicalho e Rafael Elias esboçaram boas triangulações, e o Verdão por pouco não abriu o placar com Elias, que exigiu uma ótima saída do goleiro Muralha. Mas a resposta foi, de fato, dos visitantes. Moraes aproveitou a presença de Fabrício Daniel na área e cruzou para o atacante abrir o placar na falha defensiva de Viña e Empereur.

Um balde de água fria

Na volta para o segundo tempo, Abel Ferreira promoveu as entradas de Gabriel Silva e Gabriel Menino, mas nem teve tempo de avaliar as mudanças e reagir, porque o Mirassol foi quem ampliou a vantagem no marcador. Aos dois minutos, Luis Oyama lançou a bola ao ataque, o zagueiro Henri não conseguiu cortar, para o campo de ataque. Henri não consegue cortar a jogada, e Diego Gonçalves, livre, teve apenas o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes na saída de Weverton.

Expulsão, e Verdão vai para tudo ou nada!

O Mirassol que, até então, tinha uma atuação com mais acertos do que defeitos acabou sofrendo um golpe inesperado. Aos 14 minutos, Neto Moura fez uma falta dura no Alan Empereur, levou o segundo cartão amarelo e terminou expulso. Com a vantagem numérica, Abel Ferreira – que já havia sacado o zagueiro Henri – promoveu as entradas dos atacantes Newton e Wesley e, na base do desespero, correu para alcançar o empate.

Foi neste pique que o Palmeiras conseguiu ter um pênalti assinalado ao seu favor. Aos 33 minutos, Ernandes que havia acabado de entrar colocou a mão na bola dentro da área, e o árbitro marcou a infração a favor do Palmeiras. Gabriel Menino, que já havia perdido a cobrança na final da Supercopa do Brasil contra o Flamengo, bateu mal e parou nas mãos de Alex Muralha.

Gol para descontar…

Já nos acréscimos, o Palmeiras conseguiu balançar as redes com o atacante Newton. Aos 49 minutos, o atacante aproveitou a falha de Alex Muralha ao sair do gol e completou o lance para fazer o gol de honra dos donos da casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.