Com Dudu de volta, Abel define time para enfrentar o Santos

inbound7245111456636539418

A segunda passagem de Dudu pelo Palmeiras poderá ser iniciada neste sábado contra o rival que marcou a sua primeira temporada e colocou o atleta em evidência no clube. Foi contra o Santos em 2015 que o atacante viveu a decepção, com a expulsão na final do Paulistão, e a glória, com os dois gols marcados na final da Copa do Brasil.

PUBLICIDADE

Para o jogo válido pela 11ª do Campeonato Brasileiro, Dudu foi relacionado e é opção para o técnico Abel Ferreira. O confronto será disputado no Allianz Parque, às 16h30, e terá transmissão da Globo e do Premiere. O ge acompanha o confronto em tempo real, com vídeos dos lances e dos gols.

Contratado como símbolo da reconstrução do Palmeiras em 2015, o atacante foi um dos protagonistas das finais do Campeonato Paulista. Mas, ao contrário do que ele viria a construir depois no clube, aqueles jogos contra o Santos representaram o pior momento dele no Verdão.

No jogo de ida, no Allianz Parque, Dudu desperdiçou cobrança de pênalti na vitória palmeirense por 1 a 0. Na volta, na Vila Belmiro, foi expulso na primeira etapa da derrota por 2 a 1 – os alvinegros conquistaram o título estadual nas cobranças de pênaltis.

Pelo empurrão no árbitro Guilherme Ceretta de Lima, o atleta chegou a ser suspenso por seis meses, mas depois viu a pena ser reduzida para seis partidas.

Meses depois, Dudu passou a liderar a equipe palmeirense dentro de campo. O primeiro “melhor momento” do atacante pelo clube foi novamente contra o Santos, em dezembro. Na final da Copa do Brasil, ele marcou os dois gols da vitória palmeirense por 2 a 1 – o título foi confirmado pelo Verdão nas cobranças de pênaltis.

Números de Dudu contra o Santos:

20 jogos

4 gols

7 assistências

8 vitórias

4 empates

8 derrotas

De lá para cá, o jogador se consolidou como ídolo da torcida e símbolo de uma nova geração de palmeirenses. Pelo Verdão, ele venceu duas edições do Campeonato Brasileiro, em 2016 e 2018, e participou do início das campanhas do Paulistão e da Libertadores na temporada passada, quando foi emprestado ao Al Duhail, do Catar.

Reintegrado no dia 1º de julho, Dudu é comemorado nos bastidores do clube como um reforço de alto nível para a sequência do Campeonato Brasileiro e da Libertadores. Em entrevistas recentes, Abel Ferreira elogiou o atacante, mas pediu cautela neste recomeço por causa do condicionamento físico. Relacionado para o clássico deste sábado, o jogador não entra em campo desde maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.