Chamada de 'Viúva Negra', mulher que envenenou e matou 3 maridos para ficar com herança tem pena de morte confirmada

idosajapao 800x450 1

A japonesa Chisako Kakehi, de 74 anos, teve a pena de morte confirmada pela Suprema Corte do Japão. A idosa, conhecida como Víuva Negra, foi condenada pela morte de três de seus companheiros, incluindo o marido, além da tentativa de assassinato de um quarto homem.

Os advogados da serial killer tentaram uma apelação alegando que Chisako Kakehi tinha demência, mas o pedido foi negado pela Suprema Corte, que manteve a condenação.

A idosa foi acusada de envenenar com cianeto os ex-companheiros, que tinham entre 70 e 80 anos. Os assassinatos aconteceram entre 2007 e 2013. Em um deles, a serial killer matou o marido um mês depois do casamento. Com as mortes, Chisako faturou 1 bilhão de Ienes (pouco mais de R$ 45 milhões) por conta das heranças e seguros de vida.

Durante o julgamento, iniciado em 2017, foi descoberto que a idosa utilizava um serviço de relacionamentos e que procurava especificamente por homens ricos e sem filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.