Chá da coroa do abacaxi e mais 3 receitas para combater o diabetes

IMG 20210718 003623

Aprenda quatro receitas totalmente naturais que podem ser usadas para prevenir e até mesmo controlar o diabetes.

O diabetes é uma temida doença que afeta cerca de 250 milhões de pessoas no mundo.

Só no Brasil, estima-se que sejam 13 milhões as vitimas dessa doença.

A sua detecção é feita através de exames de sangue, e quem está acometido por ela pode tê-la adquirido através de um estilo de vida errado ou por fatores genéticos.

Essa enfermidade é crônica e se dá por uma deficiência na produção e alocação de insulina no corpo.

A insulina, por sua vez, é o hormônio produzido pelo pâncreas e responsável pelo controle e distribuição da glicose no sangue, evitando que a substância se acumule e cause a hiperglicemia ou como popularmente é conhecida, diabetes.

Em resumo, o diabetes é a responsável por desencadear vários graves problemas como cegueira, AVC, amputações, doenças renais, hepáticas e até mesmo problemas cardíacos.

Neste artigo, trouxemos três receitas de chás que possuem componentes naturais poderosos que podem tanto prevenir o diabetes quanto combater a doença.

E no final do artigo há uma quarta receita especial para indivíduos que possuem resistência insulínica, uma condição peculiar que pode vir a causar diabetes.

3 chás para prevenir e combater o diabetes

É importante frisar que apenas o diabetes tipo 2 é passível de prevenção, pois esse tipo da doença é adquirido através de maus hábitos alimentares e sedentarismo.

O diabetes tipo 1, por exemplo, é congênita e autoimune, podendo apenas ser estabilizada.

Chá de folha de mamão

A folha de mamão é um poderoso aliado na restauração do pâncreas, que é a glândula responsável por secretar insulina.

Pessoas que estão com diabetes tipo 2 ou prestes a ter a doença, estão com o pâncreas comprometido.

O chá da folha de mamão vai auxiliar o pâncreas doente a voltar ao seu bom funcionamento.

Porém, não é recomendado o consumo da folha de mamão crua como em saladas, apenas em forma de chá.

A frequência indicada para o consumo contínuo do chá é de apenas uma vez por dia, durante 30 dias, nunca mais que isso.

Além disso, a ingestão do chá da folha de mamão está terminantemente proibido para quem tem trombose.

Confira abaixo a receita da infusão.

Ingredientes:

30g de folhas de mamão secas

1 litro de água

Modo de preparo:

Leve a água ao fogo para ferver por cerca de 15 minutos.

Antes que a água ferva, adicione as folhas de mamão e deixe que fervam junto com a água.

Passados os 15 minutos, desligue o fogo e deixe a infusão esfriar.

O chá de folha de mamão pode ser consumido morno ou em temperatura ambiente.

Chá de folha de manga

As folhas de manga possuem substâncias capazes de melhorar a produção de insulina pelo pâncreas.

Com uma melhor produção de insulina, as células recebem a quantidade correta de açúcar para transformá-lo em energia, impedindo que essa glicose permaneça na corrente sanguínea e cause dano ao corpo.

Com isso, sabemos que o chá de folha de manga pode agir não só como catalizador dos níveis de glicose, mas também melhorando a produção energética do corpo.

Entretanto, é importante frisar que o consumo do chá de folha de manga também precisa ser controlado.

Mais uma vez, não é recomendado que se tome esta infusão por mais que 30 dias seguidos, e para recomeçar o consumo do chá depois de 30 dias consumindo, é recomendada uma pausa de pelo menos dois meses.

Esses cuidados vão evitar uma sobrecarga do fígado pelas substâncias presentes no chá.

Ingredientes:

1 colher de sopa (6g) de folhas de manga

1 xícara de chá de água

Modo de preparo:

Coloque a água para ferver por 15 minutos.

Antes que a água ferva, adicione as folhas de manga e deixe terminar de ferver.

Passados os 15 minutos, desligue o fogo e tampe o recipiente com o chá, deixando a mistura maturar por cerca de meia hora.

Após esse período, remova as folhas de manga e tome o chá.

Chá de folha de amora

O chá de folha de amora é mais um forte combatente ao acúmulo exagerado de açúcar na corrente sanguínea.

O consumo desta infusão faz com que o corpo elimine o excesso de açúcar não metabolizado do sangue, equilibrando as taxas de glicose.

Para aqueles que ainda não têm a doença estabilizada no corpo, o chá é um aliado na prevenção da doença.

Além disso, o chá de folha de amora também atua no combate a outros males, como o colesterol ruim.

O consumo do chá de folha de amora deve seguir o mesmo parâmetro de no máximo 30 dias consecutivos, uma vez ao dia.

Ingredientes:

1 colher de sopa (6g) de folhas de amora

1 xícara de chá de água

Modo de preparo:

Coloque a água para ferver por 10 a 15 minutos.

Adicione as folhas de amora antes que a água ferva completamente.

Passado o tempo de fervura, desligue o fogo e deixe a infusão maturar.

Após este período, remova as folhas de amora e faça o consumo do chá.

Resistência insulínica

A resistência a insulina é uma deficiência silenciosa.

Ela faz com que a insulina produzida pelo pâncreas não consiga injetar a glicose nas células.

Pessoas acometidas pela resistência insulínica aparentemente não possuem outras condições como problemas no pâncreas, sendo essa deficiência autônoma.

Mas o fato de a glicose poder ficar “à deriva” no sangue já é fator de risco suficiente, por isso a resistência insulínica precisa de cuidados.

Um poderoso chá para tratar e curar esse problema é o da “coroa de abacaxi”, como é conhecida a região que fica na parte superior dessa fruta.

Chá de coroa de abacaxi

Esta poderosa infusão pode acabar com a resistência insulínica graças a substâncias presentes na “coroa” do abacaxi.

Essas substâncias vão dar um suporte à insulina nesse trabalho de levar a glicose até o interior das células.

É interessante frisar novamente que o consumo do chá de “coroa” de abacaxi deve seguir os mesmos termos apresentados para consumo dos outros chás que trouxemos aqui, de no máximo 30 dias consecutivos.

Ingredientes:

3 bagos da “coroa” de um abacaxi

1 xícara de chá de água

Modo de preparo:

Lave bem os pedaços da coroa do abacaxi, pique em pedaços pequenos, adicione tudo na água e leve ao fogo.

Deixe a água ferver por cerca de 15 minutos e depois desligue o fogo.

Deixe a infusão maturar e esfriar por 20 minutos e então consuma o chá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.