Centroavante do Palmeiras não segue no Brasil e 2 Clubes Colombianos sondam negócio, salário é obstáculo

inbound8864501929016505518

O centroavante Miguel Borja não seguirá no Grêmio. O Palmeiras já definiu que emprestará ou venderá o jogador para fora do país e espera as ofertas.

Segundo o RCN, dois clubes brigam para ter o atleta: Junior Barranquilla e Atlético Nacional, ambos da Colômbia. Para negociar em definitivo, o Palmeiras quer R$ 31 milhões, valor considerado fora de cogitação para ambos os clubes.

PUBLICIDADE

Outro ponto que trava a negociação é o salário de Borja, que gira em torno de R$ 550 mil mensais. Se quiser retornar ao futebol colombiano, terá que reduzir a pedida.

Depois de iniciar sua carreira no Deportivo Cáli, Borja foi contratado pelo Atlético Nacional e foi peça chave na campanha do título da Libertadores de 2016. Foi contratado pelo Palmeiras em 2017 e nunca conseguiu se firmar.

Abel Ferreira não conta com o jogador colombiano para a próxima temporada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.