Casal procura Conselho Tutelar e afirma ser parente do bebê encontrado em sacola

Sem titulo 175

Nesta quinta-feira (4) um casal foi até o Conselho Tutelar e afirmou fazer parte da família paterna do bebê encontrado em uma sacola na Rua de São Francisco, em Olinda, no Estado de Pernambuco. As informações são do G1.

Ao saber do caso, um casal compareceu no Conselho Tutelar e a mulher informou ser a sobrinha do pai do bebê. A coordenadora geral do órgão, Cláudia Moura, disse que uma investigação será feita para saber se eles são parentes do menino.

“Eles não estavam juntos. Ele só a engravidou e pronto. Se possível, quero adotar a criança, porque isso não se faz nem com um bicho. Eu sou casada há seis anos e tenho uma filha. Estava tentando engravidar há um tempo, mas não conseguia. Ele chegou na hora certa”, disse a mulher, de 25 anos, ao informar que seu tio não quer contato com o bebê.

Cláudia Moura disse que a mãe do menino ainda não foi localizada e espera que esses supostos parentes possam ajudar a localizá-la.

O bebê está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Tricentenário, para onde foi levado pelo ambulante que o encontrou. O recém-nascido passou por exames para identificar alguma infecção e, por isso, está sendo tratado com antibióticos.

Depois que receber alta, a Justiça irá decidir para onde o bebê será levado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.