Cármen Lúcia manda notícia-crime contra Ricardo Salles para PGR

carmen lucia manda noticia crime contra salles para pgr 868x644 1
Entrevista do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) onde afirmou que ainda não é possível precisar o montante a ser destinado à pasta, “O que houver de disponibilidade o presidente vai dobrar o recurso”. Sergio Lima/Poder360 22.04.2021

A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia encaminhou para a PGR (Procuradoria Geral da República), nesta 3ª feira (27.abr.2021), notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

A PGR deverá se manifestar sobre o processo. São duas ações: uma movida dia 14 de abril por Alexandre Saraiva, ex-superintendente da PF (Polícia Federal) no Amazonas, e outra, protocolada pelo PDT em 15 de abril. Ambas foram encaminhadas à PGR.

A notícia-crime envolve também o senador Telmário Mota (Pros-RR).

Salles e Mota são acusados de formar uma organização criminosa que beneficiava madeireiros ilegais e criava obstáculos à fiscalização da PF e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Segundo a denúncia, Salles teria atuado para obstruir uma investigação que culminou em apreensão histórica de madeira ilegal. Seriam três delitos cometidos pelo ministro: dificultar a ação fiscalizadora do poder público no meio ambiente, exercer advocacia administrativa e integrar organização criminosa. O documento diz ainda que ele “patrocina diretamente interesses privados e ilegítimos perante a administração pública”.

Um dia depois de apresentar a denúncia contra Salles, a direção da PF decidiu substituir Alexandre Saraiva na Superintendência Regional do Amazonas.

No mesmo dia, o subprocurador do Ministério Público junto ao TCU (Tribunal de Contas da União), Lucas Rocha Furtado, pediu à Corte que determine à Casa Civil do governo o afastamento cautelar de Ricardo Salles. O ministro do Meio Ambiente nega ter cometido qualquer irregularidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.