Cantor do The Voice é condenado por se masturbar na frente de uma adolescente

Sem titulo 1

O Tribunal da Coroa de Belfast, na Irlanda do Norte, condenou o cantor Jeffrey Anderson, de 31 anos, por se masturbar dentro de um carro em uma via pública. Na ocasião, ele estava dentro de um carro estacionado, e cometeu o ato libidinoso na frente de uma jovem de então 12 anos. 

Segundo o depoimento da adolescente, agora com 16 anos, ao passar pelo carro, flagrou um homem com o assento “completamente deitado”. “Eu pude ver a metade inferior do corpo, ele estava completamente nu”, contou, segundo a BBC. “Ele estava com as calças abaixadas, esfregando o pënis”.

Durante o depoimento, um dos advogados de Anderson sugeriu que a adolescente estava aumentando a história ao dizer que ela havia “somado dois mais dois e chegado a um seis”. Ela, no entanto, foi firme. “Eu sei o que vi, e o vi se masturbando”.

A defesa alega que o cantor estacionou para falar com amigos por telefone, depois, pegou sua guitarra no porta-malas, fumou um cigarro, e voltou ao interior do veículo para tocar o instrumento.

O acusado afirmou que, ao tocar a guitarra, teria feito um “movimento semelhante” ao da masturbação. “O ponto principal é que com certeza eu não estava me masturbando naquele dia”, se defendeu.

O júri, no entanto, não aceitou a justificativa, e Anderson foi considerado culpado. Ele terá que retornar ao Tribunal no mês de dezembro para o resultado da sua sentença. Em julho do ano passado, o cantor já enfrentou outros problemas na Justiça ao admitir que havia gravado secretamente 11 mulheres de 2005 a 2013.

Anderson foi o cantor substituto na versão britânica da peça Jesus Cristo Superstar, e é famoso por ter aparecido nos programas de talentos The Voice e Andrew Lloyd Webber’s Superstar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.