Bolsonaro retira sonda, e início da alimentação deve ser hoje

images 10

A Secretaria Especial de Comunicação do Planalto (Secom) informou em nota que o presidente Jair Bolsonaro retirou a sonda nasogástrica e deve começar a se alimentar normalmente a partir desta sexta-feira (16). Embora ainda não haja previsão de alta, ele manteve “evolução clínica satisfatória”.

Em entrevista à RedeTV! ao lado de Bolsonaro no quarto do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o médico Antônio Luiz Macedo, responsável pelo tratamento do presidente, afastou a possibilidade, “em princípio”, de uma nova intervenção cirúrgica.

Responsável por atender Bolsonaro em procedimentos cirúrgicos desde a facada sofrida pelo presidente durante a campanha eleitoral, Macedo disse que a obstrução intestinal se deve a complicações posteriores ao atentado de setembro de 2018, que provocou múltiplas perfurações no órgão e uma série de operações.

Segundo o médico, o funcionamento do intestino do presidente melhorou desde a internação dele, na quarta-feira (14), e o abdômen está menos inchado. Já Bolsonaro afirmou que a “chance de cirurgia está bastante afastada”, e, indagado sobre previsão de alta, respondeu: “Talvez amanhã [sexta-feira, 16]”.

Bolsonaro está internado desde a noite de quarta no hospital da capital paulista. Mais cedo, também na quarta, o presidente deu entrada na madrugada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde fez exames que constataram uma obstrução intestinal.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.