Bolsonaro prepara-se para contestar eleições, diz Marco Aurélio

marco aurelio

Ministro afirma que as urnas eletrônicas funcionam corretamente desde 1996.

O ministro do STF, Marco Aurélio Mello, insinuou que o presidente Jair Bolsonaro só critica as urnas eletrônicas porque pode perder a eleição presidencial de 2022

A declaração foi feita pelo decano da Corte, nesta segunda-feira (28), em entrevista ao programa “Conversa com Bial”, da Rede Globo.

Nós vamos te apresentar mais detalhes:

  • Marco Aurélio destacou que as críticas de Bolsonaro aumentaram após pesquisas de intenção de voto apontarem um cenário ruim para o chefe do Executivo.
  • Talvez o problema maior esteja nos levantamentos quanto à intenção de votos para 2022. E o presidente já prepara, porque não somos ingênuos, um campo para uma impugnação, caso não seja vencedor na candidatura à reeleição“, afirmou Mello.
  • Apesar de ter sido inicialmente contra, o ministro do STF afirmou que as urnas eletrônicas funcionam corretamente desde 1996.
  • De lá para cá, ao contrário do que ocorria com o sistema anterior de cédula, não tivemos nenhum caso de impugnação séria procedente. A urna eletrônica acima de tudo preserva a vontade do eleitor“, concluiu Mello.
Leave a Reply
  1. Como assim, a urna eletrônica preserva a vontade do eleitor? Não senhor, queremos impressora nas urnas e votos auditáveis. Não podemos confiar em softwares que já provaram que podem ser manipulados, e países como Alemanha e outros recusaram esse sistema eletrônico. Se fosse tão seguro, outros países muito mais evoluídos na eletrônica já tinham aderido. É uma vergonha não acatarem a vontade do povo.

  2. Basta ter voto impresso Auditavel fica a transparência do nosso voto e a garantia de quem foi eleito !!! Quero saber qual problema , se qualquer maquininha de cartão de crédito me dá a segunda via???

  3. Bom dia isso ai jaa esta mais do que na cara que esses corruptos querem eleger lula novamente pra poder continuar a roubalheiras de antes o que eles não querem e ver bolsonaro na presidencia outra vez atrapalhando eles de roubar os cofres publicos.pronto falei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.