Benefícios do jiló: remédio eficaz para anemia, diabetes e prisão de ventre

Sem titulo 411

Apesar de ser renegado por seu sabor amargo, o jiló possui diversos benefícios. Conheça agora sete deles, se surpreenda e dê uma chance a esse fruto!

Desde a mais tenra idade, as crianças são incentivadas a comer alguns alimentos saudáveis, mas que não têm um gosto muito agradável.

Porém, com o passar dos anos e a chegada à fase adulta, a maioria das pessoas passa a comer sem problemas alguns vegetais e legumes que antes eram rejeitados.

Mas com o jiló a coisa muda de figura, pois uma grande parcela das pessoas não gosta do fruto.

E você não leu errado, o jiló, apesar de ser classificado como legume por algumas pessoas, é uma fruta proveniente de uma árvore chamada jiloeiro.

O motivo pelo qual as pessoas rejeitam o jiló é o seu sabor amargo.

Entretanto, o sabor peculiar desse fruto não inativa as suas propriedades e substâncias que o compõem.

Porém, nós preparamos uma dica especial para tirar o gosto amargo do jiló na hora de preparar pratos que tenham a fruta com ingrediente.

Ficou curioso(a)?

Continue lendo e conheça esta dica, além dos principais benefícios desse peculiar fruto.

7 benefícios do jiló

De antemão, é importante lembrar que o jiló possui uma grande quantidade de água, que representa cerca de 90% da sua composição.

Essa propriedade importante faz com que a fruta possua baixa concentração de calorias (cerca de 40 para cada 100g), ao passo que possui uma grande quantidade de fibras solúveis.

Com isso, o produto do jiloeiro se torna uma ótima opção para quem está empenhado em uma dieta para perda de peso.

Ajuda no controle e prevenção da diabetes

A alta quantidade de fibras solúveis presente no jiló ajuda na correta eliminação do excesso de açúcar pelo sistema digestivo.

Com isso, o açúcar não se acumula no sangue, evitando que indivíduos adquiram diabetes ou controlando a doença em quem já tem.

Auxilia no tratamento de anemia

O jiló é rico em diversos minerais, entre eles o ferro.

A falta de ferro no organismo provoca uma doença chamada de anemia ferropriva.

Logo, o consumo regular da fruta suplementa de forma correta o corpo, evitando a doença.

Melhora a saúde do coração

Entre as vitaminas presentes no jiló, existe a vitamina B1.

Wssa vitamina é uma das responsáveis por regular funções cardíacas importantes, como o bombeamento de sangue.

É por isso que comer jiló pode fortalecer o coração.

Melhora a higiene bucal

O sabor amargo do jiló, tão renegado por muitos, aumenta a salivação da boca.

A saliva, por sua vez, é a responsável por controlar as bactérias que vivem na boca.

Essas bactérias são as responsáveis por doenças orais diversas e também pelo mau hálito.

Ajuda o intestino a trabalhar melhor

As fibras presentes em grande quantidade no jiló, por si só já ajudam o intestino a trabalhar melhor.

Entretanto, o sabor amargo do fruto, de novo ele, estimula a produção de suco gástrico, o que acaba melhorando também a digestão.

Aumenta a sensação de saciedade

Esse é mais um benefício interessante a quem busca perder peso.

Por ter uma grande quantidade de água e fibras, o jiló “enche” mais, mesmo que consumido em pequenas quantidades.

Com isso, a pessoa perde a fome e desiste de comer mais do que deveria.

É antioxidante

A vitamina A e o mineral manganês também estão presentes no jiló.

Essas substâncias são antioxidantes, e isso quer dizer que eles combatem os radicais livres.

Os radicais livres, por sua vez, são substâncias nocivas que provocam uma série de graves problemas no corpo, podendo levar até mesmo ao desenvolvimento de cânceres.

Aprenda a tirar o amargo do jiló

Para livrar-se do gosto amargo do jiló, basta seguir este passo a passo:

Pegue o jiló que vai ser usado e corte-o em quatro partes.

Em seguida, coloque os pedaços em um recipiente com água suficiente e uma pitada de sal, e deixe-os descansar por 15 minutos.

Passado esse período, o jiló já pode ser usado na receita e já não terá mais um sabor tão amargo.

Além disso, é importante lembrar que o fruto só estará apto ao consumo enquanto estiver em uma cor verde firme, devendo ser descartado quando amarelar.

Contraindicações

O consumo do jiló não possui contraindicações prévias, a não ser em casos de indivíduos que possuam alergia ao fruto.

No mais, o consumo do jiló é recomendado e incentivado.

É importante frisar que as informações contidas neste artigo possuem um caráter meramente informativo, não podendo ser substitutas de orientações médicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.