Baleia jubarte é vista dentro da Baía de Guanabara.

foto baleia2

Uma baleia jubarte deu um verdadeiro show na tarde desta segunda-feira dentro da Baía de Guanabara. Com direito a piruetas no ar, o animal, que pode chegar a 15 metros de largura, podia ser visto do calçadão da orla da Zona Sul de Niterói, próximo à Ilha da Boa Viagem e da Praia de Icaraí. Embora a espécie frequente a costa do Rio de Janeiro nesta época do ano, a presença dela na baía é incomum. Pessoas em barcos e na praia gravaram vídeos do espetáculo no mar.

Bióloga marinha do projeto Ilhas do Rio e especialista em cetáceos, Liliane Lodi explica que, pelo tamanho, a baleia que entrou na Baía de Guanabara provavelmente é uma jubarte jovem. É normal elas passarem pela boca da baía, mas as cenas de hoje são mais raras. Num dos vídeos, um homem diz que, pelos movimentos intensos do animal, ele parece estar preso numa rede de pesca. Liliane nega:

 – É super normal a jubarte pular e bater com calda e nadadeira na água. Estava tudo bem com ela – afirma a bióloga, que desde a semana passada, em trabalho de campo, viu 11 baleias no Rio. – Estamos na época migratória no Brasil dessa baleia, cuja população vem crescendo e se recuperando desde que a caça comercial dela foi proibida em todo o  Hemisfério Sul, na década de 60. A estimativa é de que a população que migra para o Brasil seja de 20 mil indivíduos.

Elas vêm das ilhas subantárticas e seguem em direção ao arquipélago dos Abrolhos, na Bahia, área de reprodução da espécie.

– É época de migração de outras baleias também.  Mas, como a jubarte é costeira, todos têm oportunidade de ver. Ainda mais por serem  super exibidas. São acrobáticas – diz Liliane, contando que em cerca de dez dias é a segunda vez que uma baleia é registrada dentro da Baía de Guanabara na atual temporada, que vai de junho a agosto no Rio de Janeiro. – Deve ser um bicho  juvenil (o visto nesta segunda), em fase de aprendizagem. Por isso, é natural “errarem” a rota, dando uma entradinha na baía.

Desde a semana passada, elas chamam a atenção em todo o litoral do Rio. Há vídeos delas na Barra, no Leme (incluindo um filhote), em Angra,  na Ilha Grande e em Arraial do Cabo. Este ano, a costa fluminense conta mais com 40 registros da presença de baleias, de diferentes espécies. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.