Baba Vanga: vidente que previu o 11 de Setembro deixou profecias para 2024; saiba quais e relembre acertos

Baba Vanga, uma mulher cega da Bulgária, é uma figura mística mundialmente famosa. Apesar de sua morte em 1996, as previsões da vidente e curandeira ainda repercutem no mundo. Seu reconhecimento global veio após ter supostamente acertado acontecimentos como o acidente nuclear de Chernobyl, a queda da União Soviética, o dia exato da morte do líder russo Josef Stalin e o atentado do 11 de Setembro.
Para 2024, a mulher previu uma série de eventos “sombrios”, incluindo ataques terroristas na Europa, uma grande crise econômica e ataques biológicos, além de uma tentativa de assassinato contra o presidente russo, Vladimir Putin. A única profecia boa, segundo publicado pela Sky History, é o aumento das descobertas na medicina.
Relembre, abaixo, quais previsões ela já acertou.
Secas e inundações em 2022

A vidente alertou que grandes cidades enfrentariam secas devido ao aumento das temperaturas em 2022, o que se mostrou verdadeiro. No ano passado, uma seca recorde no Hemisfério Norte provocou desertificação de áreas, secou rios, favoreceu incêndios florestais e causou prejuízo para as economias locais. Na época, especialistas já alertaram que esse cenário deve se tornar a norma nas próximas décadas.
Outra de suas profecias para 2022 foi que Austrália e Ásia seriam atingidas por “intensos surtos de inundações”. Na Austrália, o governo chegou a declarar emergência nacional em março por causa das inundações. As enchentes deixaram 22 pessoas mortas, e milhares foram forçadas a deixar Sydney após chuvas recordes na costa leste.
11 de Setembro

Possivelmente sua previsão mais assustadora, Baba Vanga previu corretamente o ataque do 11 de Setembro. Ela disse esperar o “horror” para os Estados Unidos e, em 1989, alertou que “os irmãos americanos cairão após serem atacados pelos pássaros de aço”. Disse, também, que “os lobos estarão uivando em um arbusto, e o sangue inocente estará jorrando”. A previsão se concretizou em 2001, quando quatro aviões sequestrados mataram quase 3 mil pessoas.
A pandemia de Cøvid-19

A vidente supostamente previu o surto de Cøvid-19 em 1966, quando afirmou: “O corona estará por toda parte”. Neshka Stefanova Robeva, de 73 anos, afirmou que a vidente compartilhou a previsão com ela antes de morrer. Segundo o Daily Star, Neshka afirmou que “não percebeu” o que as palavras significavam na época.
Sua própria morte

Baba Vanga até previu corretamente sua própria morte, afirmando que morreria em 11 de agosto de 1996 aos 85 anos. A vidente morreu de câncer de mama, e seu funeral atraiu uma multidão.
Tsunami de 2004

Também é amplamente relatado que a mística previu corretamente o devastador tsunami do Oceano Índico em 2004. O desastre trouxe devastação para a Indonésia, Sri Lanka, Índia, Tailândia e outros países, matando mais de 230 mil pessoas. Sobre o assunto, Baba teria dito: “Uma enorme onda cobrirá uma grande costa com pessoas e cidades, e tudo desaparecerá sob a água.”
Desastre do submarino Kursk de 2000

A vidente também supostamente previu o desastre do submarino Kursk em 2000 — um dos mais sérios desastres navais da Rússia. A embarcação afundou depois de Baba afirmar que o Kursk seria “coberto de água” e que “o mundo inteiro chorará por isso”. O caso ocorreu como resultado de uma explosão a bordo, e 118 pessoas morreram. Os mergulhadores só conseguiram chegar ao submarino oito dias depois.