Azia: o que fazer? 10 remédios caseiros rápidos e eficazes

azia

Quase sempre causando uma sensação de queimação no estômago insuportável, com gosto amargo na boca, a azia pode indicar que a nossa alimentação não está adequada, ou que exageramos na dose.

Mas apesar do extremo desconforto que a azia pode ocasionar, é possível aliviar a queimação imediatamente, com algumas dicas e remédios caseiros.

Isso, claro, se a azia não for sintoma de algo mais grave.

Sigam os tópicos:

O que é azia

A azia é uma espécie de falha no processo digestivo, que ocorre por que há retorno do suco gástrico para o esôfago.

O esôfago é um tubo, ou um canal, que leva comida e bebida da boca para o estômago. Entre o esôfago e o estômago existe uma válvula (esfíncter esofágico) que se abre para que o alimento passe e se fecha novamente depois. Acontece que, em algumas situações, essa válvula deixa de funcionar bem, provocando o retorno do suco gástrico que, por ser ácido, irrita o esôfago.

A dor, do tipo queimação, ocorre na região do tórax e pode irradiar para o peito, garganta e pescoço.

A azia pode, inclusive, ser confundida com um ataque no coração, como o infarto.

Causas e fatores de risco

Como dito anteriormente, uma falha no esfíncter esofágico anterior é a principal causa da azia, e essa falha pode ocorrer por uma pressão no estômago, causada por

Fatores estes que podem causar um “afrouxamento” dessa válvula, muito comum quando certos alimentos são ingeridos, ou por algum excesso alimentar.

A azia também pode aparecer ou piorar, ao se deitar depois de ter feito uma refeição farta.

Além disso, alguns problemas podem facilitar a azia, como a hérnia de hiato.

Alguns medicamentos também podem provocar queimação no estômago, como por exemplo a aspirina e o ibuprofeno.

Como evitar a azia

Alguns hábitos ajudam a piorar a azia, por exemplo:

  • fumar
  • consumir em demasia cafeína, chocolate ou álcool
  • comer comida demasiado picante
  • deitar imediatamente após comer
  • fazer refeições muito fartas
  • exagerar na fritura

A principal recomendação para quem quer evitar a azia é mudar hábitos alimentares.

Já se sabe que certos alimentos provocam um relaxamento da válvula que existe entre o esôfago e o estômago ou podem causar mais queimação, como é o caso

  • do café e outras bebidas que contém cafeína, como o chá preto e o mate
  • de alimentos apimentados
  • alimentos embutidos, industrializados
  • frituras
  • alimentos gordurosos e,
  • para algumas pessoas, algumas verduras como cebola crua, alho, couve, pepino, tomate, rabanete, frutas cítricas, repolho, pimentão e até brócolis podem provocar azia.

Quando tiver azia, lembre-se do que comeu para entender qual poderia ser a sua causa.

Além disso, evite os excessos: para quem sofre de azia, é melhor comer pouco e com mais frequência do que chegar à mesa com fome de leão, comendo tudo e muito rápido. Isso porque, quando o estômago passa muito tempo sem receber comida, ele tende a produzir mais suco gástrico e esse suco pode voltar.

É essencial também evitar exercícios após as refeições, bem como deitar-se imediatamente depois de comer, pois ambos podem favorecer o refluxo, que é a volta do suco gástrico para o esôfago.

Outras causas, menos divulgadas, podem ser a ânsia e o estresse. O sistema digestivo é muito delicado e tem muito a ver com o psicológico.

Não à toa muitos problemas digestivos têm causas psicossomáticas, a gastrite é o exemplo clássico

Os principais vilões para quem sofre de azia

Há dois grandes vilões para aqueles que sofrem de azia: o álcool e o cigarro.

O álcool irrita o sistema digestivo, estimula a produção de ácido e relaxa a válvula do esôfago. Já o cigarro diminui a proteção da mucosa do estômago. Ambos devem ser evitados, principalmente por quem sofre de azias constantes.

Outra recomendação importante é evitar o excesso de peso, pois isso sobrecarrega o estômago, facilitando a azia.

Caso note alguma piora da queimação, após o consumo de algum medicamento, consulte um especialista.

Remédios caseiros contra a azia

Atire a primeira pedra quem nunca sentiu aquela queimação incômoda no estômago, após alguma refeição. Muitas vezes, o episódio pode ser ocasional e ocorrer por causa de algum alimento que não caiu muito bem, no entanto, a azia pode ser um problema mais sério, principalmente quando ela ocorre com muita frequência.

Se a azia não for tratada, ela poderá causar inflamação do esôfago, que é chamada de esofagite, ou esôfago de Barrett.

Mas para aqueles que têm azia só de vez em quando e buscam um tratamento imediato para aliviar a queimação típica, além da mudança de hábito, alguns alimentos e remédios caseiros poderão ajudar.

Vejamos abaixo 10 tratamentos caseiros para resolver ou amenizar o problema e, em caso de persistirem os sintomas, não hesite em procurar um médico.

Mascar chiclete

Parece impressionante, mas alguns estudos demostram que mascar chiclete reduz a acidez no esôfago, porque o aumento da produção de saliva ajuda a limpar o ácido do esôfago. No entanto, provavelmente o chiclete não reduz o próprio refluxo.

O problema é que chiclete não é recomendável em termos ambientais, pois apesar de serem recicláveis eles geralmente ficam aí poluindo. Mas, para aliviar rapidamente a azia, um chiclete, preferivelmente sem açúcar, pode ser a coisa mais simples e rápida que você poderá encontrar para acabar com a queimação típica da azia.

Chá de gengibre

Gengibre combate irritações e inflamações pelo corpo. A ingestão de seu chá é o suficiente para eliminar o refluxo e também a azia.

Para fazer o chá, junte 2 xícaras de água e 3 fatias de 1 cm cada de gengibre. Ferva a água, assim que levantar fervura adicione o gengibre e deixe descansar por 30 minutos antes de beber.

Leia mais

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio pode ajudar a aliviar a azia, neutralizando o ácido gástrico. Muitos remédios antiácidos são feitos à base de bicarbonato.

Mas atenção! É preciso saber que existem alguns debates científicos sobre ser fato que todas as pessoas que têm azia, têm ácido estomacal alto. Este remédio caseiro talvez funcione se o caso for de acidez estomacal. Mas o bicarbonato de sódio também é muito rico em sódio, portanto não recomendável para pessoas com problemas cardíacos.

A receita é dissolver uma colher de chá de bicarbonato de sódio em um copo de água fria e beber a mistura lentamente.

Suco de aloe vera reduz a azia

Embora possa não soar como um suco muito agradável, a aloe e vera é uma planta eficaz no tratamento de irritações da pele, corpo e sistema digestório (antigo sistema digestivo).

Pode tentar fazer o suco em casa, mas o ideal é o suco comprado porque não contém aloína, aquela substância amarga e amarelada encontrada na planta, que pode ser irritante para o trato digestivo.

Prefira sucos 100% aloe e sem açúcar. Se quiser fazer o suco em casa (batendo o gel da babosa com água) veja aqui neste vídeo como retirar a aloína das folhas.

Leia mais:

Vinagre de maçã

O ácido presente no vinagre é eficaz no controle de acidez desregulada do estômago, mostrando grandes resultados na hora de aliviar a azia. Adicione 3 colheres de chá de vinagre de maçã a 300 ml de água. Beba antes de cada refeição e antes de se deitar para dormir.

Leia mais: OS BENEFÍCIOS DO VINAGRE DE MAÇÃ

Chá de camomila para aliviar a azia

O chá de camomila já é um antigo conhecido de quem opta por remédios naturais. Capaz de aliviar tensões da mente e do organismo, o chá de camomila é extremamente rápido e eficaz na eliminação da azia. Utilize 1 xícara de água fervente com uma colher de chá de camomila seca. A camomila pode ser fervida por apenas 45 segundos, em seguida coe, espere esfriar um pouco e tome. No mínimo uma vez ao dia.

Leia mais 

Merendas com maçã ou banana

Maçãs e bananas são frutas ricas em antiácidos naturais.

Claro que não é para comer estas frutas depois de ter comido mundos e fundos. É para intercalar as frutas entre as refeições para não chegar à mesa morrendo de fome.

Coma ao menos duas destas frutas por dia. É importante que caso opte pela banana, que ela esteja bem madura. Em termos técnicos, quanto mais madura, mais nutrientes.

Elimine vícios

Os vícios mais destrutivos da humanidade em ordem de riscos são o álcool e o tabagismo. Ambos acabam com o organismo, fragilizando todos os processos do corpo. Fumar e beber álcool deprecia as atividades do estômago e esôfago, portanto a azia é frequente.

A solução mais sensata é eliminar os dois vícios. Procure por ajuda de amigos, familiares ou de um médico para parar de fumar ou beber hoje mesmo.

Leia mais

Água morna com limão

estudos que indicam que alimentos ricos em vitamina C, como o limão, ajudam a proteger o estômago de doenças gástricas por causa dos potenciais efeitos alcalinizantes desta fruta, que pode ajudar a abaixar o “fogo” ácido do estômago.

Experimente espremer meio limão para beber com um pouquinho de água morna. Observe o resultado. O fogo deverá se acalmar.

Cabeça para o alto e dormir do lado esquerdo

A azia tende a ser ainda pior na hora de dormir. Para evitar os desconfortos da azia num momento que deve ser de descanso, certifique-se de elevar a altura de sua cabeça para que não fique alinhada com o estômago. Isso impedirá o refluxo que causa azia.

Uma dica importante é colocar livros ou caixas de madeira sob os pés da cabeceira da cama, fazendo com que a parte da cabeça fique elevada. Travesseiros adicionais também podem ajudar, mas poderão se perder durante a noite, fazendo com que a azia volte.

Evite também dormir do lado direito. Estudos revelam que a digestão é facilitada deitando-se do lado esquerdo do corpo.

Procure um médico

Caso a azia seja um quadro frequente, é importante então buscar por ajuda e orientação médica.

Somente um profissional de saúde será capaz de recomendar o tratamento adequado e talvez algum medicamento para cada caso em particular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.