dentro

Astromélia: planta da amizade, empatia e outros significados

A astromélia é uma planta que possui flores belíssimas. Muito utilizada em paisagismo, em arranjos e decorações florais, representa amizade e harmonia mas tem muitos outros significados.

Um jardim com astromélias fica mais vivo e encantador!

Informações Botânicas

Essa planta pertence ao gênero Alstroemeria, que faz parte da família Alstroemeriaceae.

O nome desse gênero foi dado pelo botânico Carlos Lineu em honra de seu amigo e aluno, o naturalista sueco Clas Alströmer, que no século XVIII descobriu essa planta.

O gênero Alstroemeria tem mais de 50 espécies diferentes.

Origem e Distribuição Geográfica

As espécies do gênero Alstroemeria são nativas da América do Sul e podem ser encontradas em regiões do Chile, do Peru, da Argentina e do Brasil.

Só no Brasil, existem em torno de 38 espécies distribuídas pelos mais diversos habitats.

É possível encontrá-las desde a Caatinga até o Sul do país.

Nomes Comuns

Os nomes da astromélia variam de acordo com as regiões onde é encontrada e podem ser:

  • Lírio-Peruano
  • Lírio-dos-Incas
  • Madressilva-brasileira

Características

As plantas deste gênero crescem a partir de um aglomerado de tubérculos (raízes arredondadas, em forma de “batatas”), dos quais saem caules que em algumas espécies podem chegar a 1,5 metro de altura.

Essas plantas têm raízes grossas e profundas, enquanto seus caules são bastante delicados e podem facilmente quebrar se não forem manuseados com certo cuidado.

As folhas são de formato variável, dispostas alternadamente, ressupinadas (voltadas para cima) e torcidas nos pecíolos (“pé” da folha, ligado ao caule) de forma que a face inferior fique para cima.

Dependendo da espécie de astromélia, as flores podem ser solitárias ou carregadas em umbelas (conjunto de flores que partem do mesmo pedicelo).

A flor tem seis pétalas e, de acordo com a espécie, apresentam-se em muitos tons:

  • vermelho
  • laranja
  • roxo
  • verde
  • branco
  • bicolores

O fruto é formado por uma cápsula que abriga as sementes.

Espécies de astromélia

Algumas das espécies mais conhecidas de astromélia são:

Astroemeria aurea

A Astroemeria aurea pode ser encontrada com mais facilidade nas floriculturas de todo o país.

Sua cor é inconfundível, pois além do tom alaranjado chamativo, no seu miolo tem manchas em tons mais escuros que dão um destaque à flor.

© Krzysztof Ziarnek, Kenraiz / Wikipedia

Astroemeria psittacina

Esta espécie se destaca pela sua cor vermelha.

No Brasil, a Astroemeria psittacina pode ser encontrada nos biomas do Pantanal e do Cerrado.

Como sua distribuição é mais restrita, ela não é tão fácil de ser encontrada nas floriculturas espalhadas pelo Brasil.

© Dave Whitinger / Wikipedia

Astroemeria tesronto

O colorido dessa espécie é extraordinário, pois apresenta uma coloração amarelo-laranja com manchas vermelhas e com listras marrons em suas partes internas.

A Astromélia tesronto  é uma das mais exuberantes do gênero Astroemeria.

Fonte: Gardenia Creating Gardens

Jardins de Astromélias

Veja neste vídeo do canal My Simple Diary, a imensa beleza de jardins povoados por astromélias.

Astromélia: significados e simbologias

Na linguagem das flores, a astromélia simboliza a amizade duradoura, por isso, é o presente ideal para dar aos amigos e pessoas queridas.

À cada uma das seis pétalas da astromélia foi atribuída uma virtude importante:

  1. compreensão
  2. bom humor
  3. paciência
  4. empatia
  5. responsabilidade
  6. respeito

Sendo assim, quando presentear alguém, a sugestão é que escreva um bilhete com o que cada pétala representa. Dessa forma, estará enaltecendo a pessoa presenteada.

A flor também simboliza o afeto, gratidão e a saudade, sendo uma boa forma de expressar estes sentimentos.

Pelo fato de essa planta ter flores tão graciosas e significados associados à amizade e aos bons sentimentos, a astromélia é indicada pelo Feng Shui para harmonizar ambientes.

Com todos esses predicados, que tal ter uma astromélia em casa? Veja dicas de cultivo e cuidados.

Condições adequadas para o cultivo da astromélia

Seguem recomendações para desfrutar da beleza da astromélia no jardim de sua casa:

Ciclo de vida

Em condições adequadas, o ciclo de vida das astromélias é perene (duradouro).

Porte

Seu porte, em geral  é pequeno, variando entre 0,4 e 0,6 metros. Entretanto, certas espécies podem ultrapassar essas alturas.

Floração

Sua floração costuma ser nas estações quentes, como primavera e verão.

Clima

É uma planta que  vive bem em regiões com clima continental, equatorial, mediterrâneo, temperado e tropical.

Inclusive, graças à sua grande resistência e adaptabilidade, ela pode se adaptar em climas mais frios e amenos, desde que tenha a sua dose diária de exposição ao sol.

Temperatura

O calor extremo e também muita chuva, vento e frio prejudicam o desenvolvimento dessa planta e a conservação das flores.

Época ideal de plantio

O início da primavera é a melhor época para plantar as astromélias.

Iluminação

A astromélia precisa do sol para se desenvolver,  porém não de forma incidente e intensa, por isso, o recomendável é cultivá-la em locais de meia-sombra.

Solo

O solo ideal é o razoavelmente fértil e bem drenado (que não retenha água)

Ela necessita de rega diária, principalmente em épocas mais secas e quentes, mas sem encharcar o solo.

Poda

É essencial podar as partes secas para estimular a renovação da planta.

Com o passar do tempo, galhos e folhas podem ficar ressecados, por isso, é importante retirá-los, isso contribui para promover a revitalização da astromélia.

Propagação

A época ideal para a propagação é na primavera, pois oferece o ambiente propício para a planta se desenvolver e florescer.

A propagação mais rápida é por meio da divisão de touceira (plantas agrupadas), separando caules com folhas e respectivas raízes e replantando em novo local.

Já a propagação por sementes é mais demorada, pois dependendo das condições, levam de duas semanas a um ano para germinarem.

Uso da Astromélia na Culinária

Algumas espécies de astromélia possuem tubérculos comestíveis, que podem ser utilizados na culinária.

Esses tubérculos podem ser convertidos em farinha que pode ser utilizada no preparo de bolos, pães e outros alimentos.

Contudo, é preciso saber diferenciar as espécies, pois algumas astromélias são tóxicas.

Dicas rápidas sobre cuidados com as astromélias

A paisagista Lucia Borges, neste vídeo do seu canal Vida no Jardim, dá dicas rápidas sobre cuidados de cultivo das astromélias e também fala sobre a utilização destas flores em arranjos florais decorativos:

Observação: Apesar da astromélia ser utilizada para a produção de flores de corte, ou seja, para serem colocadas em vasos com água ou usadas em arranjos florais, o ideal é cultivar esta planta em vaso com terra, canteiro ou jardim. Pois é bem melhor, ecológico e sustentável tê-la inteira e cheia de flores.

Astromélia: uma planta vibrante

Agora que conhece essa planta tão especial, que tal deixar seu jardim mais vibrante e colorido com toda a exuberância e beleza extraordinária das flores da astromélia?

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.