Assassino condenado pela morte de esposa recebe cartas de amor de 9 mulheres na prisão

images 12 1

Joe O’Reilly foi condenado à prisão perpétua após assassinar sua esposa Rachel Callaly. Após 14 anos do crime, ele permanece recebendo cartas de amor.Segundo fontes da prisão, ao menos nove mulheres diferentes permanecem em contato com ele.Segundo notícia divulgada pelo The Mirror, algumas fontes da prisão disseram ao DublinLive que Joe possui cerca de nove admiradoras diferentes e que “todas elas acreditam em sua história de que ele é inocente”.

“Todas escrevem regularmente e ele adora a atenção. Essas mulheres devem ser muito solitárias para se envolverem com gente como ele. Ele deve ter mais admiradores do que qualquer outra pessoa na prisão. Por alguma razão, essas mulheres parecem amá-lo”, revelaram as fontes.

Cartas de amor para um assassino

A antiga amante de O’Reilly, Nikki Pelley, ainda visita regularmente o homem. Segundo informações, ele teria traído sua esposa com Nikki pelo menos nos seis meses anteriores ao crime.O relacionamento entre os dois terminou em 2017, quando o recurso final de O’Reilly não foi aceito. No entanto, o antigo casal permanece mantendo contato.Antes de se separarem, o casal tinha esperanças de construir uma vida fora das grades assim que ele fosse liberado da prisão.

Um novo pedido de liberdade condicional para O’Reilly deve ser realizado no próximo ano. Cabe lembrar que os três pedidos anteriores foram negados pelo Conselho de Liberdade Condicional.A família de Rachel permanece firme na decisão de que o homem deverá cumprir sua pena, sem direito a liberdade.

Rachel, que na época do crime tinha 30 anos, foi espancada até a morte no quarto da casa que dividia com o homem. Ele alegou estar em outro local na época do crime, mas registros telefônicos comprovaram a presença do homem na casa.Na época, O’Reilly acompanhou Rose, mãe de Rachel, durante uma participação no The Late Late Show onde pediram ajuda para capturar o assassino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.