As exóticas orquídeas sapatinho e suas variedades. Como cultivar e cuidar

maxresdefault 10

Origem

As orquídeas sapatinho, do gênero Paphiopedilum são nativas de regiões frias ou litorâneas e tropicais  da Ásia.

Já as do gênero Cypripedium crescem naturalmente em áreas frias do hemisfério norte, como Alaska e Sibéria. Também estão distribuídas de forma natural na Ásia. Podem ser encontradas em menor escala em algumas áreas da América.

Características

Essas orquídeas se caracterizam por suas flores com labelo (pétala dorsal) grandes e estufadas, que se parecem com sapatos, jarros ou conchas.

As folhas das orquídeas sapatinho são bem ornamentais, abrem-se em leque e podem ser duras ou maleáveis; bem verdes ou manchadas, com efeito marmorizado conforme o gênero, espécie e variedade.

As flores se situam no ápice de longas hastes dessas orquídeas e podem apresentar cores, formas e tamanhos variáveis, também de acordo com o gênero ao qual pertencem.

A floração desta orquídea se dá entre o inverno e a primavera.

Para conhecer outras notáveis variedades de orquídeas, com suas distintas flores e folhas, veja:

Nomes populares

Conforme o gênero ao qual pertence as orquídeas sapatinho, pode ocorrer variação no formato das suas flores.

Por isso, são conhecidas com diversos nomes populares, tais como:

  • orquídea sapatinho
  • orquídea sapatinho de anjo
  • orquídea sapatinho de princesa
  • orquídea sapatinho de boneca
  • orquídea sapatinho de Vênus
  • orquídea sapatinho de bebê

 

Cuidados de cultivo das orquídeas sapatinho

Para quem pretende cultivar alguma das variedades dessas orquídeas tão diferentes, seguem algumas dicas de cuidados e cultivo para deixá-las sempre saudáveis, vistosas e floridas.

Os cuidados básicos para as diversos tipos de orquídeas sapatinho consistem em:

  • Proporcionar local bem iluminado, porém sem receber a luz solar direta, para não correr o risco de queimar suas folhas.
  • Reduzir as regas e a adubação em períodos mais frios ou de temperatura mais amenas, época em que ocorre a floração destas orquídeas.
  • As orquídeas sapatinho voltam a produzir novas raízes e brotos após o Inverno. Então, a partir daí, retorna a necessidade de aumentar  as regas, porém, com o cuidado de não encharcá-las.
  • O ambiente favorável para estas orquídeas é em solo que apresente certa umidade, mas que seja drenável (não acumule água), situado em locais sombreados, como por exemplo embaixo de árvores.
  • O solo adequado para as orquídeas sapatinho é o do tipo poroso e fértil, que pode ser composto por substrato feito com uma mistura de terra vegetal, areia virgem, fibra de casca de coco, argila expandida pequena, gravetos e folhas secas.
  • Para regar, de acordo com a necessidade destas orquídeas, espere que o substrato fique seco, para só então realizar a rega. E, quando o fizer, regue pelas laterais, nunca molhe o centro, para evitar o apodrecimento da planta e de sua raiz.
  • Cuidado na hora de adubar, pois, o excesso de adubo pode prejudicar as folhas e flores.
  • A propagação destas orquídeas pode ser feita através de sementes ou de seus brotos.

Fotos do WhatsApp

Mais dicas de como cuidar de orquídeas veja em:

Vídeo sobre a arquídea aapatinho

Veja neste vídeo do canal Orquídeas: Cultivos e Cuidados, mais informações adicionais sobre as orquídeas sapatinho:

Benéficas para corpo, mente e espírito

As orquídeas são verdadeiras artes vivas da Natureza!

Além da beleza e diversidade que as orquídeas possuem, elas também têm as propriedades de purificar intensamente o ar, promover  benefícios à nossa saúde e melhorar o nosso estado de espírito.

Se for cultivá-las em seu lar, cuide bem delas, pois são muito significativas, especiais e elevadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.