Após ser liberado em audiência de custódia, homem mata a mãe a facadas; vítima tinha MPU

Na segunda-feira passada, o homem foi preso e entregue à Justiça, e durante a audiência de custódia, uma juíza local optou por conceder liberdade ao criminoso.

Cerca das 4 da manhã deste domingo (11), uma mulher foi brutalmente assassinada a facadas pelo próprio filho enquanto dormia em sua casa na cidade de Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. A vítima, Maria Aparecida Córdova Elias, de 47 anos, possuía uma medida protetiva de urgência contra o agressor, Lucas Córdova Elias, de 25 anos, de acordo com a Polícia Militar.

Na tentativa de evitar o crime, o pai do criminoso também acabou ferido, porém sem gravidade. A PM informou ainda que Lucas é usuário de drogas e teria voltado a morar na casa dos pais sem o consentimento da mãe.

Além disso, Lucas possui passagens pela polícia por conflitos com a vítima, a qual solicitou Medida Protetiva de Urgência (MPU) por ser agredida com frequência pelo criminoso. Ele tentou se matar após o crime, mas foi levado ao hospital e em seguida encaminhado à delegacia de Balneário Rincão.

Segundo sites locais, na segunda-feira passada (5), o homicida foi detido pela polícia militar por violar a medida protetiva. Durante esse incidente, ocorrido no bairro Vila Francesa, em Criciúma, ele ameaçou sua mãe de morte, alertando-a de que se ela o denunciasse novamente à polícia, ele a mataria.

Posteriormente, o indivíduo foi entregue à Justiça de Criciúma, após a validação da sua prisão em flagrante pelo delegado plantonista que atendeu à situação. Durante a audiência de custódia, uma juíza local optou por conceder liberdade ao criminoso. No entanto, ele saiu da prisão e cruelmente concretizou sua ameaça, assassinando sua mãe.