Aos 27 anos, modelo descobre que é filha biológica do padrasto

Sem titulo 164

Uma modelo tocantinense descobriu aos 27 anos que seu padrasto, na verdade, é seu pai biológico. Diana Geniath, que há dois meses mora em João Pessoa, precisou passar por terapia para aceitar o fato.

“Senti muita raiva, nem pela questão material apenas, mas por não ter me sentido pertencida a vida inteira. Senti muita tristeza”, desabafou Diana em entrevista ao portal G1.

Em agosto deste ano, depois do processo de aceitação, Diana se reuniu com a mãe e o pai biológico. Também viajou até Brasília para conhecer a família do novo pai, com quem tinha tido pouquíssimo contato.

A mãe lhe pedia perdão pela confusão, mas a modelo sempre a entendeu. A matriarca ficou casada durante seis anos com um homem, mas o relacionamento era conturbado. Em um dos términos, ela se envolveu com um motorista que conheceu nas proximidades de casa. A mãe de Diana terminou o casamento e descobriu que estava grávida, mas tinha certeza de que a filha era do homem com quem fora casada por vários anos.

Separada, ela reencontrou o motorista e eles começaram um relacionamento. Ele aceitou cuidar da filha que acreditava ser do ex-marido da atual mulher.

Diana descobriu a verdade sobre sua origem através de um sonho. O sonho foi, na verdade, um aviso: “Uma mulher me contava que eu não era filha do meu pai, e sim de uma experiência alienígena”, contou ela ao portal G1.

Descrente e com olhar cômico, a modelo contou a história a mãe e ao, então, padrasto. Enquanto a mãe ria, o padrasto indagou: “E se o alienígena for eu?”. A dúvida passou a rondar Diana dia e noite, e ela resolveu fazer um teste de DNA. Foi então que descobriu que era 99,9% compatível geneticamente com o homem que tinha como marido de sua mãe.

“Meu mundo caiu, tudo passou a fazer sentido, nossas semelhanças que a gente ignorava”, relatou Diana o G1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.