Antes do enterro, agente funerário descobre que bebê dado como morto estava respirando

bebe 1 1280x720 1

Um agente funerário percebeu que um bebê prematuro, que nasceu de cinco meses e havia sido dado como morto, estava respirando, na terça-feira (28), em Ariquemes (RO). O funcionário  realizava os procedimentos de preparação para o enterro, quando viu que o bebê suspirou e que a criança apresentava batimentos cardíacos. As informações são do G1.

De acordo com a mãe da criança, de 18 anos, ela não sabia que estava grávida. No entanto, na segunda-feira (27) ela começou a sentir fortes dores e procurou a rede pública de saúde duas vezes. Porém, ainda sem saber da gravidez, ela foi mandada para casa.

Com o aumento das dores, ela acabou dando à luz o bebê prematuro em casa, sem ajuda médica. Após ser encaminhada para o hospital, a criança foi dada como “natimorta” pelos médicos de plantão.

Na madrugada de terça-feira (28), o agente funerário foi para o hospital para recolher o corpo do bebê. Algumas horas depois, percebeu que a criança estava viva e a levou para um hospital particular.

Agora a criança está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. O estado de saúde não foi divulgado. Familiares da criança e a funerária registraram um boletim de ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.