Alergia a sabão em pó: veja como evitar as crises

alergia a sabao em po

Uma pessoa com predisposição a ter alergia precisa fazer testes no consultório do dermatologista para descobrir a quais agentes alérgenos ela é sensível, e o resultado pode ser bem variado: alimentos, pólen, poeira, pelos de animais, umidade, cosméticos e produtos químicos estão entre os principais. E dentro do grupo dos produtos químicos pode estar a alergia ao sabão em pó. Veja dicas de como prevenir que essa alergia aconteça.

Como evitar crises alérgicas ao sabão em pó?

Dificilmente uma alergia é curada e a pessoa nunca mais terá problemas ao ter contato com o agente causador. O que se faz é prevenir as crises mantendo distância do problema. Mas, como é que você vai lavar a roupa sem usar o sabão? Veja essas dicas:

Usar luvas e máscara

Uma das formas de evitar o contato direto com o sabão em pó é usar luvas de borracha e máscara na hora de colocar a roupa para lavar. A máscara é para o caso de a sua alergia também acontecer quando respirar o pó do sabão. Depois que a roupa está limpa, na hora de tirar da máquina, não costuma dar problema.

Usar sabão líquido

Para algumas pessoas, uma solução pode ser substituir o sabão em pó pela versão líquida, que não libera aquele pozinho no ar e é mais fácil de evitar o contato com as mãos.

Publicidade

Escolher um produto para pessoas alérgicas

Já existe no mercado a opção de sabão de roupa hipoalergênico, que inclusive pode ajudar pessoas que sentem alergia no corpo ao usar uma roupa que foi lavada com sabão comum. O OMO Puro Cuidado é uma das opções para testar.

Usar sabão de coco

Se você lava as roupas no tanque, uma opção é substituir o sabão industrializado por sabão de coco. Claro, esse tipo também pode causar alergia, dependendo da composição. Mas, é outra opção para testar.

Veja como fazer sabão de coco em casa

Publicidade

Como tratar alergia ao sabão em pó?

O primeiro passo para fazer um tratamento eficiente é consultar um dermatologista. O médico vai fazer o chamado pick-test, no consultório mesmo, que é feito colocando pequenas porções de possíveis agentes alérgenos em partes do braço do paciente. Se necessário, também pode ser feito exame de sangue.

Dessa forma, fica bem mais fácil prevenir novas crises alérgicas, pois saberá quais coisas deve evitar. Mesmo assim, se tiver contato com o sabão em pó e perceber sintomas como mãos avermelhadas, coceira, sensação de queimação na área afetada, inchaço, espirros, nariz escorrendo ou olhos lacrimejantes, já saberá o que fazer.

Entre as opções que o médico vai recomendar para um momento de crise alérgica, estão os remédios antialérgicos, que podem ser via oral ou tópica (para aplicar direto nas mãos e áreas afetadas), além de água fria pura para lavar bem o corpo e o rosto. Não tome remédios sem ter a recomendação de um médico especialista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.