Alan Empereuer se revolta com expulsão na Libertadores

inbound1478870363268679929

expulsão diante do Universitario

O jogador Alan Empereur, da SE Palmeiras, durante treinamento, no CT do San Lorenzo, em Buenos Aires. (Foto: Cesar Greco)

THIAGO GOMES

Thursday, April 22, 2021

 

Facebook

 Twitter Pinterest WhatsApp

O zagueiro Alan Empereur foi expulso aos 18 minutos do segundo tempo. Naquele momento, o Palmeiras vencia o Universitario pelo placar de 2 a 0 e caminhava para um triunfo tranquilo. Assim que Empereur deixou o gramado, os peruanos diminuíram após cruzamento na área e, no lance seguinte, empataram após penalidade cometida por Danilo.

Pelas redes sociais, Empereur se revoltou com a falta de critério da arbitragem ao mandá-lo mais cedo para o chuveiro.

PUBLICIDADE

“Muito triste e me sentindo injustiçado demais pela falta de critério e exagero do juiz nos meus dois cartões amarelos. Não gosto de falar de arbitragem, mas é difícil digerir uma situação dessas, ainda mais quando se coloca em risco todo um trabalho e preparação. Por fim, feliz pela vitória do time, o que foi o mais importante”, postou.

EMPEREUR A ABRIU O CORAÇÃO AQUI. O PRIMEIRO AMARELO QUE ELE TOMOU FOI RIDÍCULO. PIC.TWITTER.COM/PJV9Y4O2AH

— Palmeiras Online (de ) (@palmeirasonline) April 22, 2021

Na coletiva pós jogo, Abel Ferreira admitiu que a saída de Empereur de campo resultou em mudança no placar.

“Até a expulsão, fizemos um jogo extraordinário, muita organização com bola e equilíbrio. Luan fez grande jogo, Alan acabou por cometer um erro, mas faz parte. Chegamos com muita gente à área. Futebol é isto. Uma expulsão, nasce um gol. Em 5 minutos o jogo muda”, avaliou.

No último suspiro do prélio, Renan, de cabeça, colocou o Palmeiras na frente e sacramentou triunfo na estreia do continental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.