Agente de viagens diz que casal gay pode levar 100 chibatadas e pegar 8 anos de prisão nas Maldivas

images 5 3

Ele explicou que o local está sob a Lei Sharia, que pode resultar em punições severas

O agente de viagens Andrew Earle emitiu um alerta a casais gays que têm como destino turístico as ilhas Maldivas — um lugar que, segundo ele, está cheio de rígidas regras para comportamentos homoafetivos. De acordo com o jornal The Mirror, Earle comentou a polêmica com um casal homossᕮxual que pretendia reservar uma vaga em um resort.

Conforme a publicação, o agente explicou que o local está sob a Lei Sharia, e demonstrações públicas de afeto entre casais do mesmo sᕮxo podem resultar em oito anos de prisão e 100 chibatadas.

Earle explicou que muitos casais gays fazem reservas pela internet, mas não tomam conhecimento das regras de determinados lugares nas Maldivas. Ele faz apelo para que as pessoas conheçam o local onde passarão as férias.

Segundo o Mirror, a homossᕮxualidade também é proibida em lugares como Barbados, Jamaica, Marrocos e Tunísia.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.