Adolescentes marcam chacina dentro de escola em troca de mensagens

Sem titulo 17

Moradores de um município da Grande Porto Alegre ficaram apavorados depois que a divulgação de uma conversa entre alunos da região relevou uma possível chacina em um dos colégios da cidade. Nos áudios trocados via aplicativo de mensagem instantânea, os jovens planejam a execução do crime. 

“A gente tava pensando em chegar na escola e ó, desligar as câmeras de segurança, fazer a rapa. Fazer a rapa.”, diz um dos alunos em um dos trechos e continua: “Porque eu mesmo, na moral, se eu fosse matar, eu não ia chegar e matar todo mundo.”

Em outro trecho, os estudantes comentam que não iriam executar todos, somente os alunos considerados “fofoqueiros” por eles.

“Eu ia nas “pilha” meu. Eu ia matar a metade dos “aluno” chato. Ah cara “cês” vão pegar agora e falar pra professora? Se mano, se vazar essa…eu sei que contou. Eu caço até o inferno.”

O local da chacina seria a escola municipal Fernando Ferrari, de Estância Velha, a 50 quilômetros de Porto Alegre. Um dos mais tradicionais e antigos colégios da cidade.

Em nota, a Secretaria de Educação de Estância Velha informou que identificou três estudantes do sétimo ano envolvidos nas ameças. Eles foram afastados da escola e estão recebendo apoio psicológico. Entre outras medidas, a Guarda Municipal vai reforçar a segurança do colégio, e pediu calma aos pais dos alunos que estudam no local.

Entretanto, a mãe de uma das crianças se diz preocupada; “A gente fica com receio porque não é brincadeira.”

VEJA A REPORTAGEM ABAIXO:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.