Adolescente tem caderno rabiscado: "Vou te matar, preta desgraçada"

0 10

Uma adolescente de 14 anos que havia sofrido  ataques racistas na escola onde estuda, em Curitiba (PR), teve seu caderno rabiscado com ameaças na manhã desta quarta-feira. Duas páginas foram preenchidas com as frases “vou te matar preta desgraçada’’ e “não vai ficar assim”. O autor das intimidações não foi identificado.

O primeiro ataque sofrido pela menina ocorreu no Colégio Militar Sebastião Saporski no dia 10 deste mês. Na ocasião, ela teve o caderno rabiscado enquanto a turma estava fora da sala de aula, na classe de Educação Física.

Quando voltou à sala, a aluna percebeu que seus materiais estavam mexidos, e que havia frases escritas nele, como “só menina branca é bonita”, “onde já se viu ter preto nesse colégio” e “preta desgraçada”. No dia seguinte, ela foi recebida na escola pelos colegas e professores com demonstrações de carinho, em um ato antirracista que protestava contra o ataque realizado.

A mãe da adolescente, que preferiu não ser identificada, disse ao Globo que tanto a jovem quanto a família estão em choque e com medo.

“A minha filha chegou em casa muito abalada. Eu e meu esposo tivemos que sair correndo do trabalho e, quando chegamos na escola, a polícia já estava lá”, contou a mãe, que é cabeleireira.

Ela afirmou que não vai trabalhar durante essa semana para fazer companhia à filha em casa, que não irá mais à escola até o fim do ano.

“Não tem como, estamos nervosos, com o coração apertado. Por que há uma pessoa tão jovem, com tanto ódio, sem motivo? A gente se preocupa com a nossa filha, depois de ver a ameaça, fica medo de que aconteça alguma coisa”, desabafou.

De acordo com a cabeleireira, por causa da pandemia da Cøvid-19, as aulas presenciais estão sendo transmitidas online, o que garante que a menina continue estudando de casa. O casal de pais registrou um segundo Boletim de Ocorrência no 4º Distrito Policial de Curitiba. O primeiro foi feito na semana passada, após os primeiros ataques.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.