Adolescente morre atropelada ao tentar impedir suicídio de namorado

Sem titulo 386

Uma adolescente de 15 anos morreu na hora após ser atropelada na BR-116, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, entre o final da madrugada e o início da manhã deste domingo (27). A tragédia foi sobre o viaduto do Zumbi dos Palmares.

A vítima foi identificada como Kauane Farias de Oliveira e a família já foi informada. Testemunhas que presenciaram o acidente relatam que ela caminhava pela rodovia no sentido Curitiba – Campina Grande do Sul e que o namorado dela estava do outro lado da pista. Ambos teriam discutido momentos antes e o rapaz estaria ameaçando se jogar contra os carros.

Uma das testemunhas conversou com a reportagem da Banda B no local. Uma delas, identificada apenas como Sabrina, disse que a adolescente andava sozinha.

“A gente estava passando pela BR, viu ela do outro lado. Ela estava andando sozinha. A gente foi tentar salvar ela e, do nada, ela atravessou a rua e o carro pegou ela. Infelizmente, ela veio a óbito”,

contou.

Segundo a testemunha, a vítima havia dito, antes de correr em direção à pista, que voltava de uma balada com o namorado. “Ela discutiu com ele, foi tentar atravessar a rua pra tentar salvar ele, ele estava tentando se matar do outro lado.”

Kauane morava com a família no bairro Estados, na Fazenda Rio Grande. O padrasto dela, Amauri de Lara, foi até o local do acidente e estava consternado. Ele repetiu a versão das testemunhas do acidente.

“Muito forte. Uma tragédia muito triste. Como é uma via rápida, é um piscar de olho que a pessoa atravessa. De certo, teve uma discussão e acabou vindo atrás dele, não olhou a via rápida, o que estava acontecendo, e o carro não teve como frear.”

E lamentou muito a perda da enteada, a quem considerava uma filha.

“Parou a vidinha dela ali. Uma menina bonita, sonhos pra frente. A gente fica muito triste como fosse pai dela”,

disse.

A adolescente foi atropelada por um Space Fox, ocupado por um casal. O veículo teve que ser levado para as margens da rodovia empurrado, porque estourou a correia do radiador.

Ainda não há informações sobre o que houve com o namorado da vítima. A Polícia Rodoviária Federal não concedeu entrevista sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.