Abel revela o que disse antes de ser expulso na Supercopa

inbound1671581893237878441
O técnico Abel Ferreira, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

THIAGO GOMES

Monday, April 12, 2021

 

Facebook

 Twitter

Ainda no primeiro tempo da decisão entre Palmeiras x Flamengo pela Supercopa do Brasil, Abel Ferreira levou amarelou de Leandro Vuaden e logo na sequência foi expulso. João Martins, auxiliar do treinador, também foi para o chuveiro mais cedo na partida.

Na coletiva de imprensa, o português revelou o que disse para ganhar o vermelho e comparou a arbitragem brasileira com a européia.

PUBLICIDADE

“Eu me chamo Abel Ferreira, tenho 42 anos e sou responsável por aquilo que eu digo, e não pelo que escrevem. Eu fui expulso porque disse isso: ‘duas grandes equipes em campo, na minha opinião, mereciam um árbitro do mesmo nível’. Eu perguntei a minha diretoria se aqui havia classificação dos árbitro. Na Europa, o desempenho dos árbitro ao longo da temporada tem uma classificação. Uns descem, outros sobem e outros que ficam em primeiro. Não há essa classificação aqui”, disse.

“Hoje aqui tiveram as duas melhores equipes [do país na atualidade], e eu gostaria de ter visto uma terceira [a equipe de arbitragem]. Eu sou expulso primeiro por um amarelo claro. O jogo é de emoções e eu estava fora. Quem me expulsou foi o quarto árbitro porque eu disse isso. Essas duas equipes, Flamengo e Palmeiras, mereciam o melhor árbitro do Brasileirão na classificação do ano passado. Se esse foi o melhor árbitro, pronto, temos que aceitar. O futebol brasileiro tem grandes árbitros”, avaliou.

Avaliação do jogo

O treinador não avaliou a partida separadamente. Elogiou o Flamengo, que foi Campeão, e o Palmeiras pela sua atuação dentro de campo.

“Acabamos de perdeu um jogo, onde mais uma vez a minha equipe esteve muito bem e contra um adversário muito bom. Mais uma vez voltou a falar: foi uma grande promoção do futebol brasileiro para qualquer TV e país que transmitiu. Voltou a dar os parabéns a quem ganhou e a minha equipe pelo grande jogo que fizeram. Não posso tirar o brilho daquilo que foi a nossa exibição e o nosso adversário para falar de um elemento que não… parabéns as duas equipes. Ao Flamengo que ganhou e a nossa equipe pela atuação,” finalizou.

Na quarta-feira, Palmeiras e Defensa y Justicia jogam no Mané Garrincha pela partida de volta da Recopa Sulamericana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.