Abel lamenta chance no Maracanã, e diz ser mal interpretado no Brasil: Acho que meu Português é diferente

inbound3677673929293308556

Neste domingo, o Palmeiras foi ao Maracanã pela primeira vez após a conquista da Libertadores e foi derrotado por 1 a 0 pelo Flamengo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Na visão de Abel Ferreira, o jogo foi decidido pela qualidade individual de Bruno Henrique, que arrancou pela esquerda e serviu Pedro, autor do gol da vitória.

Abel lamentou a falta de efetividade do Verdão na primeira etapa, reconhecendo que o Flamengo foi superior na etapa final no Maracanã.

Acho que o primeiro tempo foi muito equilibrado, com duas boas equipes. Na minha opinião, a grande oportunidade é nossa, em que o goleiro do Flamengo faz uma defesa incrível. Poderia ter nos colocado à frente do placar, mas futebol é isso. Finalizamos seis, contra três do nosso adversário. Na segunda etapa, o nosso adversário foi melhor. Finalizou 11 vezes contra seis nossas, conseguiu desequilibrar pela esquerda com o Bruno Henrique, desequilíbrios individuais em tabelas simples, no toca e passa. Acho que o jogo se decidiu nesse detalhe, na qualidade individual do jogador. Aproveitou muito bem as duas vezes em que recebeu livre de marcação, e o Flamengo chegou o gol“, afirmou Abel.

A partir daí, o Flamengo controlou o jogo e protegeu o resultado, nós procuramos arriscar, ainda tivemos uma oportunidade na cabeçada do Rony. Um chute de Menino, ainda que torto. Fomos melhores no primeiro tempo, deveríamos ter feito um gol, não conseguimos. Na segunda etapa, o Flamengo foi melhor“, completou.

Na sequência, Abel comentou sobre a sua entrevista na chegada ao estádio. Perguntado sobre as cobranças que recebe nesta temporada, o treinador disse: “Estou à espera de ser demitido”. Além disso, o técnico ainda falou sobre a polêmica envolvendo a coletiva após a final do Campeonato Paulista contra o São Paulo, dizendo que é mal interpretado pelos brasileiros.

O que eu sinto é que o português de Portugal é diferente do português do Brasil. Acabei a minha coletiva contra o São Paulo dando os parabéns ao São Paulo, a sua equipe técnica, aos seus jogadores, mas ninguém passou isso. Acho que o meu português é diferente, tenho que falar mais devagar, porque entendem mal. No contexto, a pergunta foi se eu estava chateado com o futebol brasileiro, com as críticas. Eu contextualizei e disse que sou grato ao futebol brasileiro, porque foi aqui que ganhei os meus primeiros títulos. Até então, os clubes que tinha treinado eram de média dimensão“, pontuou Abel.

PAOK, pra quem não conhece, é um grande clube, basta ir à internet para perceber a dimensão. De fato, quando cheguei aqui, disse que teria que treinar grandes clubes, como o Palmeiras, para ganhar títulos em minha carreira. Na sequência, veio ainda hoje uma demissão de um treinador (Alberto Valentim), que para mim é… Eu, até a data de hoje, ainda não fui despedido, foi apenas isso que disse. Procuro continuar a fazer o meu trabalho“, finalizou.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta a Chapecoense, no Allianz Parque, no domingo, às 18h15. Antes disso, a equipe joga pela Copa do Brasil, contra o CRB, em Alagoas, na quinta-feira, às 21h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.