Abel Ferreira Lamenta derrota na Recopa e projeta temporada do Palmeiras

inbound4651847646864683286
O técnico Abel Ferreira, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol. (Foto: Cesar Greco)

THIAGO GOMES

Thursday, April 15, 2021

 

Facebook

 Twitter Pinterest WhatsApp

Depois de perder a Supercopa do Brasil 2021, o Palmeiras foi superado pelo Defensa y Justicia e ficou com o vice-campeonato da Recopa Sulamericana.

Após o revés, o técnico Abel Ferreira conversou com os jornalistas e lamentou que a decisão foi para Brasília.

“Infelizmente o jogo teve de ser realizado aqui [em Brasília], preferia que fosse na nossa casa, no Allianz. Por circunstâncias alheias a nós, infelizmente não era aqui que deveríamos ter disputado a final, mas sim em nossa casa”, disse.

Sobre o resultado dentro de campo, o português assumiu toda responsabilidade e elogiou a equipe adversária.

“E sobre o jogo, do outro lado há uma equipe de qualidade, intensa, argentina, mas podemos estar aqui a dar as desculpas que quiser. O que fica é o resultado, é o que conta. Tivemos pouco menos de um minuto de levantar a taça e não fomos capazes de conseguir, por um arremate a 40 metros da baliza que levou ao prolongamento. Tivemos uma expulsão no jogo, estes são fatores que determinam o desenrolar do jogo. Tivemos um pênalti para sair na frente, mas o futebol é isso. E no futebol, ainda mais no Brasil, temos de encontrar culpados e o culpado sou eu”, avaliou.

Na opinião de Abel, não teve sorte ou azar. Os detalhes fizeram a diferença dentro de campo. Gustavo Gómez teve a chance de empatar o prélio e confirmar a taça, mas chutou nas mãos de Unsain.

“No primeiro tempo, criamos mais oportunidades que nosso adversário, podíamos ter feito mais gols. Tentamos da maneira que nós sabemos, um gramado que não estava em boas condições, cheio de buracos, mas para as duas equipes. Foi um jogo muito competitivo, muito equilibrado, e tivemos tudo, como contra o Flamengo, para poder vencer. Nos pênaltis contra o Flamengo tivemos dois pênaltis para poder vencer, hoje tivemos um na prorrogação, então não há sorte ou azar, há detalhes que fazem diferenças”, finalizou.

Não existe tempo para lamentar. Nesta sexta, Palmeiras e São Paulo jogam no Allianz Parque pelo Campeonato Paulista. A bola rola a partir das 22h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.