Abel Ferreira aponta onde o Palmeiras vai buscar reforços

inbound5001454538383111909

FutebolAbel Ferreira aponta onde o Palmeiras vai buscar reforçosAbel Ferreira aponta onde o Palmeiras vai buscar reforços

Abel Ferreira concede coletiva após jogo do Palmeiras

THIAGO GOMESMonday, April 19, 2021 Facebook Twitter Pinterest WhatsApp

Após empate sem gols com o Botafogo-SP fora de casa, o técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, foi questionado sobre reforços pelos jornalistas na coletiva virtual.

O português pediu alguns nomes e a diretoria palmeirense está negociando, mas ainda sem nenhum tipo de confirmação. E Abel projetou onde buscar novas opções “sem custos”.

PUBLICIDADE

“Estamos a trabalhar com 13 jogadores no profissional. Palmeiras tem um dos maiores orçamentos. Não sei é o Patrick que ganha muito, o Menino, ou o Garcia, o Vinicius… Vocês sabem qual é o futuro do clube, é por aí que nós vamos. Gostando ou não essa é a identidade do clube. Os garotos estão se portando bem, temos dado oportunidade a todos. Patrick, Danilo, não são contratados, são criados por nós. Recebem pouco e produzem muito. É isso que queremos. Eles têm produzido. Foi uma aposta do passado e vai continuar a ser. Temos de olhar para baixo, é ali que temos de buscar reforços, na base”, disse.

+ Botafogo-SP 0 x 0 Palmeiras | Veja como foi o jogo

O Paulista como laboratório

O Estadual apertado tem feito o Palmeiras entrar em uma verdadeira maratona. Com jogos dia sim dia não, Abel tem que variar a escalação pensando exclusivamente na parte física.

Contra o Botafogo neste domingo, apenas três atletas considerados titulares jogaram: Weverton, Viña e Wesley. O restante passou por análise física antes de ser relacionado.

Sobre essa questão, Abel não confirmou se tratará o Paulista como um espaço para experiências. O treinador trabalha para buscar títulos e adiantou que, se perder esse empenho, retorna para a Europa.

“O clube pensa em títulos, o presidente, os torcedores também, mas ninguém pensa em títulos mais do que eu aqui. Não vou abrir mão de nada, sou mão de vaca. Falem o que quiserem. Eu não atravessei o Atlântico para vir aqui e passar férias. Quando eu sentir que estou aqui a passar férias, atravesso o Atlântico para o outro lado. Sei muito bem o que eu quero, sei muito bem porque atravessei o Atlântico, o que estou aqui a fazer, portanto, não abro mão de nada, sou mão de vaca. Não há ninguém dentro do clube que quer ganhar mais do que eu. Podem querer igual a mim, mais do que eu, não há ninguém que quer ganhar”, disse.

Na quarta, Universitário do Peru e Palmeiras se enfrentam na estreia da Copa Libertadores. O Verdão está alocado como cabeça de chave do Grupo A da competição e defende a taça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.