A esquerda mente ao politizar a morte de Paulo Gustavo

Paulo Gustavoo

Saiba porque a esquerda mente ao culpar Bolsonaro pela morte do ator Paulo Gustavo

Como disse o ministro Paulo Guedes: ”Não vamos subir em cadáveres para fazer política. Estamos em uma guerra contra o vírus e precisamos botar a vida em primeiro lugar”. Nós temos posicionamentos políticos diferentes dos de Paulo Gustavo, que faleceu aos 42 anos, mas, como bons cristãos, lamentamos a sua morte. Porém, os esquerdistas não têm o mesmo respeito pela morte do ator.

Apesar do ator ser opositor do presidente, Jair Bolsonaro lamentou sua morte publicamente nas redes sociais. A publicação do presidente suscitou uma onda de críticas infundadas nas redes sociais, de esquerdistas ”lacradores” que insistem em afirmar que Paulo Gustavo morreu pelo ”atraso das vacinas”. No entanto, essa crítica, apesar de histérica e teimosa, não tem o menor fundamento, e explicaremos os motivos.

Internado desde março, pela idade de Paulo Gustavo (42 anos), nem de acordo com o cronograma de vacinação do próprio Estados Unidos ele teria sido vacinado a tempo. Na Europa, nem atualmente ele conseguiria. E deve-se ressaltar que o Brasil é o 5º país que mais aplicou doses de vacina no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.