A criança e a fase dos Porquês

Screenshot 20210513 204721

Por volta dos três ou quatro anos, as crianças acordam curiosas para entender como vão as coisas.

A razão disso é a construção da própria identidade, que ocorre na infância, quando as crianças começam a se descobrir, a compreensão do seu próprio “eu”, a importância de sua existência e a compreensão do que ela pode fazer, olhar ou escutar.

A partir dessa descoberta, a criança começou a perceber os fatos que a cercavam, e enfatizou a maneira como tudo acontecia, ou seja, os motivos da ação desses fatos. Muitas vezes as crianças nos perguntam repetidamente e emendam outros porquês logo em seguida.

É importante que as pessoas em contato direto com crianças sejam pacientes e respeitem a curiosidade das crianças para ajudá-las a esclarecer suas dúvidas.

Essa curiosidade, de buscar entender o mundo, vai levá-la a fazer novas descobertas e aumentar seu conhecimento de aprender o mundo. Se uma criança é atrofiada por um adulto, no momento em que faz uma pergunta, pode perder o interesse, o desejo de descobrir coisas novas e ficar paralisada no processo de aprendizagem por medo ou insegurança.

Uma boa forma de amenizar o problema é devolvê-los para que a criança tente entender sozinha ou usá-los quando a criança não quiser ouvir. Quando ela diz que não quer comer, sua mãe pode perguntar por que, e se ela não quiser tomar banho, ela também pode usar uma pergunta para mostrar que nem tudo pode acontecer do jeito que ela quer.

E, quando você começar a entender o mundo ao seu redor, não fará mais perguntas sobre as coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.