42 facadas: assassino da menina Beatriz confessa crime que chocou o país

Blog Itambe Agora 01 65

Um homem de 40 anos identificado como Marcelo da Silva, que está preso por diversos crimes, confessou nesta terça (11/01), o assassinato brutal da menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos. A criança foi atingida por 42 facadas, dentro de um colégio particular de Petrolina, no estado de Pernambuco. Ele confessou a barbaridade e o laudo pericial confirmou seu DNA na faca usada no crime, ocorrido em 10 de dezembro de 2015.

Beatriz participava da formatura da irmã, no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. Ela saiu do lado dos pais para beber água e desapareceu em seguida. Desde a data do assassinato, foram realizadas sete perícias. O inquérito acumulou 24 volumes, 442 depoimentos e 900 horas de imagens analisadas.

Em dezembro de 2021, os pais da criança percorreram a pé mais de 700 quilômetros, entre Petrolina e o Recife, para pedir justiça.O ato durou 23 dias e contou com apoio de autoridades municipais e dos moradores das cidades por onde eles passaram.

 Por meio de nota, a Secretaria de Defesa Social afirmou que, ao ser ouvido pelos delegados da Força Tarefa, Marcelo da Silva confessou o assassinato e foi indiciado.

O MPPE informou que já “adotou providências para garantir a segurança do preso, bem como já requisitou perícias complementares à Polícia Científica”, mas não entrou em detalhes sobre quais providências foram.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.