Ex-prefeito é condenado por farras com dinheiro público, incluindo contas em motéis e casas noturnas – Comunidade F7

O ex-prefeito de Imbituva Rubens Sander Pontarolo foi condenado a três anos e quatro meses de reclusão em regime aberto por ter se apropriado de dinheiro público, segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR).

De acordo com o órgão, o ex-prefeito usou o dinheiro público para despesas pessoais, como gastos em motel e casas noturnas.
O G1 tenta contato com a defesa de Rubens Sander Pontarolo.

A sentença foi proferida pela Justiça no dia 14 de julho. Conforme a denúncia do MP-PR, o ex-gestor usou verbas do município para gastos pessoais pelo menos sete vezes.
Segundo a decisão, Pontarolo fica impedido de sair de casa entre 22h e 5h e durante todo o dia em feriados e aos fins de semana.

O ex-prefeito também precisa comparecer uma vez ao mês em Juízo para informar atividades e não deve se ausentar da comarca por mais de 15 dias sem autorização judicial.
Cabe recurso da decisão, segundo o Ministério Público do Paraná.