Manifestante diz que bandeirada em repórter foi um acidente – Comunidade F7

“A bandeirada na repórter foi um acidente. Eu estava olhando os paraquedistas e me descuidei”, disse a manifestante.
A manifestante que atingiu uma repórter da Rede Bandeirantes com uma bandeirada durante protesto em Brasília, no último domingo (17), concedeu entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.
Angela Telma Alves Berger, que é servidora da Enap (Escola Nacional de Administração Pública), órgão vinculado ao Ministério da Economia, disse que a situação foi um “acidente”.
“A bandeirada na repórter foi um acidente. Eu estava olhando os paraquedistas e me descuidei. Acontece, né? Já levei tantas bandeiradas. Quebraram até meu óculos. Porém, entendo que foi um acidente.”
A repórter Clarissa Oliveira chegou a registrar um boletim de ocorrência após a situação.
Como noticiou a RENOVA, ela relatou que a manifestante “vinha andando, xingando, gritando com todo”, quando “chegou perto e bateu com o pau da bandeira”.
Em mensagem no Twitter, neste domingo (17), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, classificou a situação como “inadmissível” e afirmou que a agressora, que chamou de “manifestante radical”, desrespeita a democracia do Brasil.