Palmeiras encaminha venda de Deyverson e futuro de Alejandro Guerra

Palmeiras encaminha venda de Deyverson e futuro de Alejandro Guerra

O Palmeiras está tratando os casos do centroavante Deyverson e do meia Alejandro Guerra. São duas situações que podem ter seus finais concluídos até junho. O caso de Deyverson é bem mais simples de ser tratado no momento e o que mostra horizontes mais positivos financeiramente.

Dirigentes do Getafe, da Espanha, estão encantados com a passagem do camisa 9 pela Europa. Pediram extensão do empréstimo pelo menos até setembro e o Palmeiras não deve colocar problemas no novo documento. Diante disso, a venda estará muito bem encaminhada.

Para ser comprado de forma automática com base no contrato assinado entre as partes, Deyverson precisa atuar em 50% dos jogos ou marcar seis gols. Ele já tem um tento na rede e, quando o futebol voltar, deve fatalmente atingir a porcentagem de jogos completos.

Na transação, o Palmeiras estima receber R$ 39 milhões, cerca de R$ 20 milhões acima do que pagou quando o contratou junto ao Levante em 2017.

Alejandro Guerra quer deixar o Palmeiras
Com contrato até dezembro de 2020, Guerra pode assinar pré-contrato com qualquer equipe a partir do mês que vem. A diretoria entende que é extremamente difícil envolvê-lo em alguma negociação que traga lucros, principalmente pela idade do jogador: 35 anos.

Após reclamar da postura do clube para um podcast venezuelano, Guerra tem seu caso estudado com cuidado no Palmeiras. Clubes do Equador, México e Estados Unidos já procuraram saber qual será seu futuro.

Enquanto nada é resolvido, está recebendo as mesmas orientações físicas que os atletas do elenco. Segundo o site Fox Sports, assim que os treinos voltarem, Guerra treinará separado do grupo na Academia de Futebol. Ele também reclamou disso para o podcast.

Fonte :
Torcedores.com, Torcedores.com

Comentários

0 comentários